Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





Olá, pessoal! Último dia do ano, dia de todo mundo virar macumbeiro! (Menos os evangélicos... ) Fazer oferendas a Yemanjá, pular as 7 ondas, comer lentilha, uva, romã, vestir branco, etc... Mas será que funciona? Vamos analisar alguns destes costumes do ponto de vista esotérico.


Magicamente falando, não há nada nesta data que marque uma transição energética, como ocorre nos sabás - pontos de mudança das marés sazonais. Mas o efeito psicológico é enorme e criou uma egrégora própria, pois é inevitável não sentir nostalgia, reflexão, esperança, expectativa, etc, nesse dia. E como a magia é psicológica, ela realmente acontece para quem acredita.
As simpatias tradicionais são resquícios de feitiços antigos, dos quais restaram pouca ou nenhuma instrução precisa, apenas a lembrança de um ingrediente ou verso rimado. Assim, dificilmente o "Momentum of the Past" é acessado por pessoas comuns, isto é, aquela carga mágica acumulada por um feitiço ao longo do tempo quando é praticado por muitas pessoas. A pessoa deve possuir a chave mágica das sincronicidades que fazem o feitiço funcionar, deve entender quais os princípios ocultos envolvidos naquele ato e estar num estado mental propício para acessar a sua centelha divina, o que dificilmente acontece quando a pessoa está alcoolizada, no meio de uma multidão, com som alto e bagunça.

Assim também acontece com o uso das cores para atrair determinado sentimento ou atributo. As cores são uma forma de manifestação energética, possuem frequências específicas, análogas à energias sutis que vibram na mesma frequência em outros planos de existência. Assim, pelo Princípio da Semelhança, certas energias realmente são atraídas pela cor de roupas e acessórios, mas não é suficiente para causar mudanças reais na vida da pessoa quando ela usa aquela cor apenas na Virada e nem vê sentido naquele significado. Deve haver um impacto psicológico no ato de vestir aquela roupa e a crença de que a magia vai funcionar.

As sementes, não importando muito de que fruta sejam, carregam o simbolismo clássico do "semear e colher", bem conhecido de todos os bruxos que celebram a Roda do Ano e estão familiarizados com o mito de Kore/Perséfone e os Mistérios Agrícolas. A imagem mental do desejo, assim como a carga emocional, é transferido para o interior da semente... que deveria ser plantada na terra, e não ficar mofando na carteira até o fim do próximo ano. "Assim Abaixo, também Acima", plante no físico o seu desejo e ele se manisfestará na matéria, após passar pelos planos Mental (visualização clara e firme do resultado) e Astral (o desejo ardente, a expectativa e a emoção de que aquilo realmente aconteça).

7 ondas... 7 chakras... e você pula cada oportunidade de limpar seus centros de energia! O certo seria 7 imersões na água do mar, berço materno de nossa mãe Yemanjá, pedindo a ela que leve todas as energias desarmônicas de nossos sistemas energéticos. A água salgada, ou o banho de sal grosso equivalente, tem o poder de dissolver miasmas e energias densas da aura, é uma propriedade inata do sal, substância considerada no Ocultismo como incorruptível, naturalmente pura. Tanto que, quando um sacerdote ou sacerdotisa prepara a água sagrada para a purificação de um templo ou lugar de um ritual, ele(a) exorciza e abençoa a água, mas apenas abençoa o sal.
Quem inventou essa de pular as ondas devia estar com medo de se molhar e estragar a roupa.



Banhos de ervas e o uso de flores já traz uma base mágica real. Já postei aqui no blog sobre o Númen, a carga energética que as plantas e minerais carregam naturalmente, mas que precisa ser despertada conscientemente, pedindo ao Espírito da planta que permita o seu uso mágico para determinado fim. A colheita feita em uma hora astrológica e fase lunar favorável também é recomendada para maximizar os efeitos da erva.

Outras simpatias também trabalham no Princípio da Semelhança, como a de reunir 7 moedas e distribuí-las a parentes (você recebe de volta tudo o que emite, Príncipio da Ação e Reação também envolvido); o ato de subir numa cadeira ou superfície mais alta do que o chão, aspirando a níveis superiores de consciência. E assim por diante, com uma infinidade de rituais e magias simpáticas que podem funcionar se as Leis da Magia forem observadas. Quem se lembrar de outras simpatias, postem nos comentários e a gente continua analisando.

Seja por diversão, ou intenção verdadeira, faça suas mandingas, oferendas e simpatias. O importante é seguir suas crenças, respeitar a dos outros e fazer o que acha certo para conseguir o que deseja! Abençoados sejam e Feliz Ano Novo!

Hudson

3 comentários:

Oi Hudson, meu nome é Kathiúcya, tenho 16 anos. Minha família é católica não-praticante, mas eu sou mais apegada ao espiritismo. Quando era criança,via vultos vez ou outra, tinha sonhos ruins e enquanto dormia sentia alguem me observar. Por duas vezes pude jurar que ao acordar do pesadelo abrindo os olhos de uma vez, pude ver um rosto feio e aparentemente maligno me observando bem de perto. Minha família tem muitos casos de pequena mediunidade: minha mãe sonha quando alguem vai adoecer, meus primos e primas viam vultos e inclusive 2 primos meus viram uma mulher de vermelho perto de mim quando eu era criança: uma vez ela estava me embrulhando de noite e outra vez estava em pé atrás de mim. Não sei de quem se trata.
Gostaria de entender.
Mas minha principal duvida é sobre algo que me aconteceu essa noite. Eu li aqui sobre terapia de Regressão e queria fazer uma autoregressão com o material de audio que você postou, mas nao estava conseguindo completar o download e deixei para depois. A questão é que quando fechei os olhos para dormir e me concentrei na minha respiração e no que eu via naquela escuridão (olhos fechados), parecia que ondas esbranquiçadas dançavam diante dos meus olhos, andando sempre pra frente e repetindo os mesmos movimentos. parecia neblina ou algum tipo de energia. Algo começou a fazer barulho dentro do quarto e eu tentei ignorar, mas como não parou, eu levantei e acendi a luz, olhei debaixo da cama de onde vinha o barulho e não tinha nada, em lugar nenhum (pensei que pudesse ser algum animal ou inseto, como uma mariposa, que estivesse fazendo os barulhos).
Me deitei de novo, fechei os olhos e me concentrei, aí veio o acontecimento mais estranho da minha vida:

Meu coração começou a acelerar tanto que eu sentia ele batendo dentro de mim. A respiração foi ficando mais dificil, as mãos gelaram instantaneamente, eu comecei a sentir as pernas tremerem e sentia o corpo pesado. Era como se sentisse meu espirito quase saindo do corpo, mantive os olhos fechados e não me mover porque queria ver onde aquilo ía chegar, apesar de estar sentindo medo. As sensações aumentavam e a única coisa que eu pensava era: "Calma, tá tudo bem....tá tudo bem, linda...fica tranquila e sente, tenta ver o que querem te mostrar...calma...Asariel(meu anjo da guarda) está te protegendo, ele tá com você" Era eu acalmando a mim mesma para não abrir os olhos e desistir do que estava sentindo. Teve um momento que minha perna pareceu se mover um pouco sozinha (ou era eu que não tinha total controle ou consciencia dos meus movimentos?)
Fiquei algum tempo assim, acho que poucos minutos e como meu coração estava acelerado demais e parecia que eu não ía ver nada, comecei a retomar o controle sozinha movendo os dedos, as mãos, as pernas até abrir os olhos.
Fiquei com uma sensação de medo e quando tentava dormir, às vezes as sensações queriam voltar.
Muitos minutos depois consegui dormir, mas do nada acordei às duas da manhã ainda me sentindo estranha, como se algo dentro de mim tivesse começando a mudar.
Minutos depois dormi de novo e só acordei pela manha, agora estou aqui.

O que voce acha que significam essas sensações? Isso poderia ser um inicio de regressão, já que eu estava querendo fazê-la e tinha isso em mente quando sentia esses sintomas? Ou seria meu corpo espiritual se abrindo para receber revelações ou mudanças? Faz meses que peço que meu guia espiritual fale comigo por sonhos e me diga seu nome, mas nunca dá certo. Ou será que esses sintomas não tem nada a ver com a regressão ou mudanças espirituais?
Por favor, avalie meu caso.
Obrigada, esperarei resposta ansiosamente.

Olá.
Bem, aparentemente são sintomas de um desdobramento, projeção astral. Em outras situações, também poderia ser sintomas de incorporação, mas não se aplica ao caso.
A projeção astral não é muito comum de acontecer conscientemente e de forma expontânea, mas algumas pessoas tem certa facilidade, ainda mais quando têm mediunidade. Não posso atestar que foi isso, se você tinha em mente a regressão, isso seria feito num estado de transe ou sono, não necessariamente por desdobramento.
Nessa fase de descobertas espirituais, as pessoas tendem a ficar muito excitadas e impressionáveis, o cérebro produz os fenômenos que queremos tanto presenciar. E espíritos zombeteiros também se aproveitam disso para se aproximar, fingindo que querem ajudar com os nossos propósitos, mas com coisas muito diferentes em mente.
Sugiro que faça um banimento antes de dormir, todas as noites. Aqui no blog tem três, o Ritual Menor do Pentagrama, um banimento simples e um outro mais forte, que está denominado como "Expulsando a negatividade". É só pesquisar lá em cima.
Se for praticar alguma técnica, após o banimento, faça também um escudo ou círculo de proteção, que também pode encontrar instruções aqui.
Por último, cautela.

Hudson, acabei de me lembrar de outro detalhe. Eu mencionei que acordei de madrugada com uma sensação estranha, acabei de me lembrar que acordei confusa, não sabia exatamente se estava acordada ou sonhando, mas lembro que tentei mover as pernas e não consegui. Fiz muito esforço para me mexer e as pernas não saiam do lugar, como se estivessem dormentes. Depois de tentar um pouco sem sucesso, eu movi os braços e usei as mãos para mover as pernas. Quando fiz isso o controle foi voltando, mexi os dedos e depois consegui mexer as pernas. Estranhei ter conseguido mexer os braços se não conseguia mexer as pernas. Elas pareciam pesar muito.
Era como se metade do meu corpo estivesse adormecido e metade acordado tentando se movimentar.
Tenho certeza de que eu havia sonhado alguma coisa, mas não consigo lembrar e na verdade acho que não era nada muito importante porque não fiquei com aquela sensação de "eu sonhei alguma coisa importante, porque não consigo me lembrar?"

Eu também achei estranho esse fato de estar consciente quando tive aqueles sintomas que mencionei antes (maos frias, coração descontrolado, pernas formigando), eu estava tão consciente que podia ouvir perfeitamente o que acontecia perto de mim: o som do ventilador no quarto ao lado, um automóvel que passou na rua, ouvi tudo com clareza e ao mesmo tempo estava realmente concentrada no que estava sentindo. Prestava atenção em tudo e ainda falava comigo mesma me acalmando e pedindo paciencia e concentração.

Desde ontem a tarde, de vez em quando tenho pequenos momentos de distração em que paro de perceber com clareza o que está à minha volta e parece que minha mente dá uma pequena volta, muito sutil, quase como se eu fosse adormecer. Quando percebo isso acontecendo me esforço para voltar imediatamente, porque não sei o que pode ser.

Fiz um pequeno exercício para proteger a aura agora à pouco, um exercício que aprendi em um dos livros do médium James Van Praagh, que se trata se fechar os olhos durante o banho e visualizar a água se transformando num véu dourado, que preenche os buracos e falhas na aura, enquanto a energia negativa desce através dos dedos e vai embora.

Enfim, lembrando agora desses detalhes talvez tenha ficado mais claro do que se trata, ainda não sei bem.

Espero que não tenha atraido nada negativo, me esforço para não sentir medo porque sei que espíritos ruins se alimentam dele. Quando senti aqueles sintomas e percebi o medo surgindo, pensei nos meus amigos e família e tive um pequeno e sutil deslumbre, vi (ou imaginei) um campo verde e vi uma cachoeira. Esse momento também foi rápido e sutil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative