Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





Consagração é um ato mágico-religioso que, através da Vontade, infunde um objeto (jóias, instrumentos, talismãs, etc.) com uma energia e um propósito específicos. Toda religião, Ordem, Arte e Ofício possui suas próprias consagrações, variando o método, mas nunca a essência.
Uma consagração, na maioria das vezes, é feita em um momento astrologicamente favorável, pois o mapa astral do momento indica quais são as energias operantes naquele espaço-tempo. Na magia cerimonial, observa-se com grande precisão quais são os melhores momentos para as operações mágicas, alguns utilizam o sistema setenário-alquímico, valendo-se das energias planetárias (Sol, Lua, Vênus, Marte, Mercúrio, Júpiter e Saturno), através do cálculo das horas planetárias; outros preferem o sistema zodiacal, que na verdade engloba também as regências planetárias, já que cada signo é regido por um planeta. Nesse sistema, espera-se o alinhamento de Sol, Lua e mais planetas em determinado signo, e isso geralmente ocorre nas luas novas de cada mês.


Na Bruxaria, algumas tradições mais influenciadas pela magia cerimonial, também utilizam esses sistemas, mas o mais comum é que os bruxos façam suas consagrações na Lua Cheia, observando às vezes, qual o signo em que ela está. O primeiro instrumento a ser consagrado é o athame, pois até então o bruxo traça o Círculo com os dedos indicador e médio. Depois, consagra-se as outras armas elementais, com as quais operará magia em círculo. Gilberto De Lascariz revela um "segredo iniciático" em Ritos e Mistérios Secretos do Wicca, cito o seguinte trecho:
"Nenhum objeto tem em si poderes especiais, mesmo que esteja consagrado segundo as normas padronizadas de um "Livro das Sombras". A função da sua consagração é ligar a arma ritual à Egrégora do grupo, pô-lo em ressonância com o espírito regente do coventículo e a Tradição em que ele é iniciado, criando um elo de forte empatia energética entre este e o próprio executante. Há uma outra razão, menos conhecida, para a ênfase da consagração das armas rituais na Bruxaria: a de criar um Elemental para viver dentro do punho do athame. A união do espírito do Elmental e do espírito do Magister criam uma sinergia tão grande que transforma o círculo ritual em um verdadeiro templo para a Arte do Wicca."

Um objeto consagrado, para manter tal consagração, deve ser sustentando pelas egrégoras nas quais o magista é iniciado; caso contrário, será apenas uma imantação e o objeto não poderá ser tocado por nenhuma outra pessoa, para não interferir na aura do objeto.
O esquema de um ritual simples de consagração segue as seguintes etapas:
- Cálculo da hora astrológica ou mapa astral - escolha das energias adequadas para o propósito ritual
- Traçar o Círculo e invocar as Egrégoras em que é iniciado
- Purificar o objeto com os quatros elementos: fumigação, aspersão, etc.
- Invocar as energias desejadas através do uso de correspondências (ervas, óleos, incensos, cores, etc)
- Concentrar, através da Vontade e do Verbo, ou seja, declarar em voz alta o propósito com o qual consagra aquele objeto, e imantá-lo com as energias desejadas através da Visualização (símbolo, na cor e metal correspondentes)
- Se tiver, traçar o seu Sigilo Mágico sobre o objeto, no astral ou mesmo no físico.
- É opcional traçar outros símbolos, utilizar secreções corporais do magista para criar um elo psíquico com o objeto, etc.

Depois disso, deve-se guardar o objeto (envolto em seda, se possível) até que se necessite do uso para o qual foi consagrado. Lembrando que alguns materiais são mais propensos à conservarem a carga mágica do que outros, como discutimos em "Condutividade mágica dos materiais". Ele não deve ser utilizado em situações mundanas e nem tocado por ninguém. Além disso, o objeto só pode ser consagrado uma vez, se você decidir reconsagrá-lo em uma ocasião mais propícia, a energia que permanecerá é apenas a última que foi imbuída, todas as anteriores são apagadas. Abaixo, algumas correspondências zodiacais, que vocês podem utilizar.

 
As correspondências planetárias podem ser encontradas no post "As energias planetárias na magia". Coloquei também um gadjet na barra lateral, que além de indicar as posições dos planetas no céu atual, gera o mapa astral do momento. Vale a pena conferir!


2 comentários:

Como sempre o blog ta PERFEITO, to adorando ate acompanho no celular,continue assim que esta ótimo mais agora eu gostaria de saber como ver as horas por que to boiando, e gostaria que você escrevesse sobre Bruxaria Ibérica por favor...agradeço...

BENÇÃOS da Senhora Criadora do Tudo e Todo!!!!

Obrigado! ^^
O gadjet da barra lateral fornece a posição dos planetas em graus, em relação ao signo que ocupam e se você clicar embaixo, é gerado um mapa astral do momento e você pode escolher entre as principais cidades do mundo.
Para saber as horas planetárias, você precisa calculá-las manualmente, como já ensinei aqui, ou usar algum programa que o faça. Conheço e recomendo o ChronosXP.
Sobre Bruxaria Ibérica, infelizmente não conheço nada, o máximo que posso é te indicar o autor Gilberto De Lascariz, que é um bruxo português e tem livros sobre Bruxaria Ibérica. É o mesmo autor de Ritos e Mistérios Secretos da Bruxaria. Além dele, tenho uma lista bibliográfica sobre o assunto, te passo se quiser. Mas são livros que você não encontra em PDF e nem em livrarias locais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative