Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





O trecho que selecionei para este artigo é do livro "O Poder da Bruxa", de Laurie Cabot. Ela é fundadora da Tradição Ciência da Bruxaria, que tenta conciliar explicações científicas para fenômenos mágicos e psíquicos. Apesar de achar isso desnecessário - magia não é quantificada e explicada, é praticada e sentida - é muito interessante ver que certas coisas podem ser provadas. Para uma pessoa de mente aberta, continua sendo magia, o Poder Antigo fluindo em harmonia com o Saber Científico. Para os céticos, só vem provar o que eles já sabiam...
------
Rollright Stones, Inglaterra
Pedras especiais e disposições especiais de pedras sempre representaram um grande fascínio para as Bruxas e outros magos. Nos antigos tempos, as Bruxas designavam os altares ao ar livre por um anel de pedras em torno de um rnontículo de terra, localizado, sempre que possível, à margem de uma falha geológica. Montículos espirituais e anéis mágicos ainda salpicam os campos britânicos e de outros países, e até mesmo os Estados Unidos têm alguns lugares que não foram muito devassados desde os tempos pioneiros, quando os primeiros colonos, trazendo com eles antigos hábitos da Arte, construíram especiais montículos, ou altares. Já aqui encontraram, é claro, as rodas de medicina e os cômoros sagrados construídos pelos povos indígenas de que as tribos ameríndias descenderam. Existe uma tendência recente entre os nativos para construir novas rodas de medicina para cerimônias rituais, e americanos não-nativos também se apropriaram dessa prática num esforço conjunto para nos reconsagrarmos e reconsagrar a terra. As Bruxas também fazem círculos de pedra ou plantam cristais num anel numa área arborizada ou num pátio. No meu altar, eu tenho muitas pedras de vários sítios sagrados de todo o mundo e de lugares especiais que visitei.

Círculo de pedras de Swinside, no Lake District, Inglaterra.
 A Terra inteira é sagrada e tem poder mas certos lugares foram reconhecidos desde os mais remotos tempos como pontos de incomuns concentrações de energia. Esta concentra-se ao longo de falhas geológicas e a ciência moderna mediu a concentração nos campos eletromagnéticos à sua volta. As Bruxas realizam peregrinações a esses sítios sagrados para efetuar rituais a fim de erguer o véu entre os mundos (freqüentemente o véu de nossa própria cegueira humana) e extrair a energia sagrada aí presente. Campos de intensa energia magnética, falhas geológicas e vulcões — lugares onde a Terra está misteriosamente ativa e é perigosa -sempre atraíram os humanos, quer estes tenham ou não consciência da presença de divindades. São, com freqüência, lugares de incrível beleza, como Delfos na Grécia ou o Monte Shasta na Califórnia ou os Montes Negros na Dakota do Sul. Hoje, grandes cidades como San Francisco e Nova York estão construídas sobre zonas de falhas, e grandes concentrações de energia humana também aí se captam. Lugares sagrados e lugares de grande poder e beleza naturais atuam como magnetos sobre as sensibilidades humanas, estimulando a alta criatividade e a intuição espiritual.

Cromeleque dos Almendres, Portugal
Há provas científicas de que sítios sagrados têm poder num nível psicofísico. Investigações recentes mostraram que as tradicionais fontes sagradas e águas curativas no sudoeste americano contêm lítio, um moderno psicofármaco que atua como estabilizador em episódios maníaco-depressivos. Alguns lugares sagrados contêm rochas com altas cargas de minério de urânio, o qual estimula a produção de íons negativos no ar, dando à pessoa uma sensação de bem-estar. Os cientistas também apuraram que, quando as pessoas mergulham em fortes campos eletromagnéticos, começam a se harmonizar com eles. Os campos que têm as mesmas freqüências eletromagnéticas que as ondas alfa cerebrais, associadas à criatividade e ao
relaxamento, exercem um efeito físico direto sobre o nosso estado psíquico de ser. Em alguns locais, as elevadas concentrações de energia eletromagnética produzem halos em torno dos picos das montanhas, e quando se caminha através deles, os nossos cabelos ficam literalmente em pé. Sentimo-nos carregados de energia. Como esses lugares estão de tal modo investidos de energia da Deusa, as Bruxas visitam-nos para
inspiração e para ligação com os nossos ancestrais que aí se dedicaram à magia.

Grange, Irlanda

3 comentários:

Existe algum círculo de peedras aqui no Brasil?

Tem um círculo de pedras no Amapá, apelidado de "o Stonehenge brasileiro". Também tem caráter astronômico, marca o nascer do sol no Solstício de Verão.
"Localizado no topo de uma colina, a estrutura circular do monumento tem por volta de 30 metros de diâmetro, e fica entre os campos alagados do litoral e áreas de savana. As técnicas para construção destes antigos monumentos é ainda desconhecida. É possível que os índios tenham aproveitado as falhas geológicas dos afloramentos de granito para destacá-las destes afloramentos e depois transportá-las e dispô-las no local."

mundogeo

Estes círculos megalíticos são realmente fantásticos! Ter conhecimento sobre eles é completamente interessante.
Seu blog é ótimo!
parabéns
Blessed Be

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative