Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





Recebo muitos pedidos, tanto virtuais quanto de amigos, para que eu ajude a interpretar os seus sonhos. Eu até dou a minha opinião, mas digo que é o simbolismo que eu vejo naquele contexto, e pode não fazer nenhum sentido para o sonhador. Assim como os manuais de interpretação de sonhos de bancas de revistas só podem registrar apenas uma interpretação, quando existem várias.
A interpretação de sonhos surgiu com Freud, pai da psicanálise. Toda a sua teoria era embasada na teoria de que qualquer impulso psíquico da mente humana é propelido pela libido, o desejo sexual. Então, qualquer objeto, animal ou forma alongada era para ele um símbolo fálico, e o contexto do sonho revelaria um desejo sexual reprimido. Seu parceito, Carl Jung, mais tarde acrescentou o conceito de Inconsciente Coletivo - um registro psíquico de imagens, símbolos e arquétipos compartilhado por toda a humanidade. Com isso ele ampliou muito o leque de interpretação de experiências oníricas. Mas nenhum psiquiatra ou psicólogo nunca adentrou tão profundamente o mundo dos sonhos quanto os ocultistas, bruxos, magos e xamãs.


Os sonhos certamente constituíram um grande mistério para os seres humanos pré-históricos, mas na Antiguidade já era um tema muito abordado e inclusive dominado por algumas culturas. Os monges tibetanos e os senois da Malásia interagiam ativamente com as formas astrais que apareciam em seus sonhos e os primeiros criaram manuais de instrução para isso. Na Mesopotâmia foi criada uma das técnicas de que falaremos aqui: a incubação de sonhos. Ela foi largamente utilizada no Mundo Antigo, principalmente na Grécia. Consistia em criar um sonho pela Vontade e "forcá-lo" a se manifestar na realidade física. Além disso, havia também a Oniromancia - técnica de adivinhação pelos sonhos, em que os sonhadores geralmente pediam por alguma revelação ou conselho através dos sonhos, e os Deuses prontamente atendiam, é claro. Outros tempos...

O melhor horário para se praticar qualquer meditação e principalmente operação mágica com sonhos é o período da madrugada que vai mais ou menos das 3 às 5 da manhã, e é conhecido como "hora da quietude psíquica". É quando as formas-pensamentos que inundaram o plano astral e mental durante o dia (pela grande atividade mental das pessoas) já foram dissolvidas e o adepto tem mais facilidade para alcançar esses planos.

Para a prática das técnicas oníricas é preciso alcançar o chamado estado hipnagógico. Ele ocorre quando estamos passando do estado desperto (ondas cerebrais Beta), para o estado de sono (ondas Theta). Entre uma e outra, há o estado Alfa, e adivinha só, você já o conhece muito bem! É o estado de transe que os bruxos tanto treinam e que você já devia dominar. Nesse estado vão surgir na tela mental imagens muito vívidas e geralmente caóticas, e que causam aqueles "pulos" quando estamos caindo no sono.
O segredo é estar consciente desse estado e manipulá-lo ao seu favor.

Antes de passar para a parte prática, que virá no próximo post, só preciso distinguir os tipos de sonhos.
A maioria dos sonhos comuns são apenas resultado do mecanismo de limpeza e assimilação de conteúdo que o cérebro faz todas as noites. Por isso há aquela confusão de imagens e situações que não fazem nenhum sentido - é a ordem de prioridade que o cérebro monta de todas as informações recebidas durante o dia.
O outro tipo de sonho é o que merece realmente ser analisado. É aquele que advém de experiências reais no Astral, mas do qual temos uma lembrança extremamente simbólica e também confusa. Podemos nos lembrar de ter visitado lugares a que nunca fomos, de conversar com pessoas que não conhecemos e experimentar uma série de coisas que nunca poderíamos imaginar serem possíveis. Às vezes essas experiências trazem pequenas profecias ou avisos para algum conhecido, mensagens dos Deuses ou de entes queridos.
A evolução deste tipo de sonho é quando atingimos a lucidez onírica... mas isso é assunto do próximo post. Enquanto isso, quem ainda não treinou o estado de transe ou de alfa, confira o exercício 6 da seção Treinamento Mágico Completo e o post Técnica do Transe. Até mais!

Hudson

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative