Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





Neste último Samhain senti que estava chegando ao fim de um ciclo pessoal, principalmente no que se refere à espiritualidade e bruxaria. Sentia como se meus rituais tivessem perdido a vitalidade e se tornado mecânicos, senti-me abandonado pelos deuses... Então fui conversar com a Deusa, numa viagem de transe, e pedir sua orientação. Ela me disse que tudo na Natureza se desenvolve em ciclos, e não só na realidade externa, como eu observava na época dos sabás, mas também e principalmente em nosso interior. Ela me disse que estava orgulhosa do trabalho que eu havia feito até então mas que eu deveria meditar muito e refletir nesse inverno se eu continuaria no Caminho Dela ou se faria uma pausa maior. Se eu me reencontrasse, estaria pronto para renascer com a primavera, em Imbolc, e continuar com o meu sacerdócio; senão, estaria livre para fazer o que quisesse.
Pois bem, tenho pensado e refletido muito. No inverno passado, também passei por um período de provas, mas não tão intenso quanto este; sobrevivi, com um integrante no Círculo a menos, e uma mudança nos rituais, que se tornaram mais sérios e meditativos. Vejo agora que errei neste ponto. Os rituais da Deusa devem ser prazerosos e alegres, um riso vale mais do que um buquê de flores ofertado. Então, tenho tornado os meus rituais mais leves e alegres, principalmente os sabás, que se tornam comemorações mais sinceras.
No entanto, tenho passado por um período de ampliação de meus horizontes espirituais, estudando e experimentando outras formas de espiritualidade... e me sentindo perdido. Vidas passadas, convicções pessoais, opiniões externas... tudo isso me confundindo e me fazendo sentir cada vez mais distante dos deuses. Em contrapartida, minhas habilidades psíquicas estão mais afiadas do que nunca, poderes que despertam expontaneamente, me chamando para experimentar novas possibilidades...
Dizem que é assim que uma pessoa se sente imediatamente antes de sentir o Chamado da Deusa, real e pleno. Nada parece fazer sentido, suas Verdades aparentes caem e seu mundo desmorona - tudo isso porque ela não é somente a Doadora da Vida, mas também a Senhora da Morte. Ela pode destruir todo o nosso mundinho, para deixar o terreno fértil para novas experiências. Mas uma vez que se ouça o Chamado, os Deuses nunca nos abandonam, nós é que nos distanciamos deles.
Pois bem, ainda temos algumas semanas de inverno e ainda tenho tempo para pensar, mas acredito que continuarei no sacerdócio, talvez num culto menos formal, mas nunca abandonando a Deusa e o Deus. Eu pedi desafios, oportunidades de desenvolver os meus potenciais e Eles me atenderam. Tudo o que eu fizer com amor e dedicação me levará até Eles, pois este é o Caminho verdadeiro!
Convido você leitor, a refletir também. O que fez até agora? Você está satisfeito com as suas escolhas, com a sua prática pessoal? Você tem ouvido os deuses? Atreva-se a sair da segurança da semente, que repousa sob a terra escura do inverno, aventure-se a quebrar a casca de proteção, de abandonar velhas convicções, e permita-se que novas possibilidades brotem com o início da primavera! 

Quero aproveitar este post informal para agradecer muitissimo aos visitantes do blog, que me ajudaram a atingir o recorde de número de visitas desde a criação do Além do Fìsico: neste mês tivemos cerca de 6500 visitas! No total, tivemos 88.237 visualizações de página, desde abril de 2010. É muito gratificante saber que os meus textos estão atingindo tantas pessoas, principalmente quando elas comentam ou mandam e-mail, sugerindo posts, agradecendo, tirando dúvidas... Agradeço à Deusa Tríplice e seu Consorte, o Cornífero, por tudo isso e continuemos vivendo entre mundos, no Além do Físico! Abençoados sejam!



1 comentários:

Muito legal o seu texto!!!, acredito que todos passamos ou passaremos por provações ou até mesmo desafios relacionados a nossa forma de lidar com o mundo espiritual e o sacerdócio, que é o verdadeiro serviço aos Deuses, também acredito estar passando por alguns desafios, relacionados tanto com o sacerdócio quanto ao inferno astral, que é a casa 12, relacionada ao ato de se doar em prol dos outros e refletir como está a sua vida. Que a Deusa e o Deus iluminem os teus caminhos, Blessed Be )O(

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative