Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





Transcrevo abaixo, trechos do livro "Os Mistérios Wiccanos" do autor Raven Grimassi, ensinando técnicas mágicas muito úteis e relativamente fáceis. As técnicas estão dispostas na ordem, assim a anterior é sempre pré-requisito da próxima. Trata-se de manipulação e aplicação de energia vital para a obtenção de resultados mágicos práticos através de sigilos.

A Respiração Ódica

A energia descrita como ódica [um outro nome para energia vital, prana, chi, ki] pode ser armazenada e condensada para fins mágicos através de exercícios de respiração profunda ou estímulos sexuais. O produto resultante pode ser passado para o sangue através de uma técnica conhecida como "Informação" , a qual é em seguida empregada com fins mágicos. A técnica é bem simples e pode ser praticada seguindo estes passos básicos:

1- Relaxe o corpo e permita que seus pensamentos se acalmem; acalme a mente.

2- Concentre a atenção no desejo de seu encantamento mágico. Veja o resultado claramente na sua mente.
3- Gere as emoções para carregar o sangue. Encha-se com o desejo pelo resultado. Se estiver empregando estimulação sexual como fonte de energia, inicie nesta fase.

4- Comece a respirar profundamente apenas pela boca, inspirando e expirando quatro vezes sucessivamente, enquanto encolhe os músculos da barriga levemente. Isso manterá o ar fora do estômago e o auxiliará a encher apenas os pulmões.

5- Prenda a respiração na próxima inalação e mentalmente transfira a imagem do seu desejo à área-chakra do coração.


6- Solte lentamente a respiração sobre o objeto que deseja carregar. Enquanto assim faz, transfira mentalmente a imagem do desejo, vendo a imagem ser levada pela expiração. Seu desejo está agora magicamente transferido ao objeto e vibrará com a energia do seu desejo (atraindo-o desse modo, semelhante a semelhante).

Informação


Informar é a arte de transmitir imagens mentais, através da força de vontade da mente, a objetos ou substâncias alvo. Como seres humanos, todos nós possuímos a centelha criativa do que nos criou. Assim sendo, numa escala menor, também nós podemos criar ao atrair a essência espiritual interna de nosso próprio ser. Tudo do que necessitamos é manter nosso desejo sob controle e empregá-lo para criar imagens claras e cristalinas. A isso acrescenta-se a energia do desejo ardente para fortalecer a imagem e transferi-la.
A excitação sexual é o método mais eficaz para estimular a respi­ração. Através desse estímulo os centros de força do corpo se abrem, inundando o sistema nervoso central e estimulando as glândulas endó­crinas. O sangue fica eletromagneticamente carregado pelo calor meta­físico criado pelo estímulo e pela respiração acelerada. A essência dessa carga é carreg
ada no vapor emitido pelos pulmões, o hálito de magia. Muitos textos antigos de magia utilizam a respiração no lançamento de encantamentos e outros trabalhos de magia.
Uma vez aquecido o sangue, a mente a seguir o imbui com urna imagem mental simbolizando o efeito desejado. Essa imagem é essencial na inclusão da carga mágica, para que ela possa ser transmitida pela res­piração (ver seção Sigilos Mágicos). Deve-se permitir que a carga se for­taleça no sangue até que se sinta uma sensação de calor interno e um pulsar do sangue. Uma vez atingido esse estágio, pode-se direcionar a respiração ao talismã que a conterá, ou ao alvo que se deseje influenciar. Para liberar com sucesso a energia, é preciso concentrá-la e projetá-la (fixa-la e direcioná-la) com o poder da mente/vontade.

Sigilos Mágicos

Sigilos são desenhos que condensam um desejo, conceito ou aspec­to. Essencialmente, eles englobam o objetivo ou resultado desejado do encantamento no qual são empregados. Ao criar um sigilo, o praticante incute seu desejo num desenho. Assim, ele não precisará mentalizar o efeito desejado do encantamento mágico enquanto pratica o ritual. Isso libera o praticante da necessidade de pensar no porquê do lançamento do encantamento, permitindo que ele se concentre totalmente na gera­ção e direcionamento da energia mágica.

Uma das técnicas mais eficazes para a criação de sigilos é conden­sar o resultado desejado em figuras básicas. Por exemplo, se desejasse lançar um encantamento para aumentar minha concentração, eu escre­veria: "Desejo aumentar minha capacidade de concentração". A seguir, começaria a condensar essa frase através da eliminação de todas as letras repetidas (enquanto reescrevo): "Desjo aumntar ih cp ç". Em seguida, incorporo todas as letras restantes num único desenho, usando minha própria imaginação. A isso damos o nome de Alfabeto Mágico, o qual é atribuído ao grande ocultista Austin Spare, que aprendeu essa arte com uma bruxa da Nova Inglaterra. Ao fitar o sigilo enquanto gera energia mágica, que será utilizada para carregar o encantamento, o praticante transfere diretamente o desejo ao subcons­ciente. Isso ocorre porque a mente consciente não compreende mais a sentença; portanto, outros níveis de consciência são ativados para deci­frar o que os olhos estão vendo.
As ilustrações a seguir fornecem excelentes exemplos de como criar sigilos a partir de palavras.

O Alfabeto Mágico
O segredo de como tudo isso funciona e realmente bem simples. Todos nós já passamos por urna situação na qual somos incapazes de lembrar o nome de uma determinada pessoa, ou a letra de urna certa música, mas horas ou dias mais tarde a informação subitamente surge em nossa mente consciente. Isso se deve ao fato de que a mente esteve agindo nos bastidores para tentar solucionar o problema. É natureza da consciência agir assim. Do mesmo modo que a mente consciente está ligada ã dimensão física, a mente subconsciente está ligada à dimensão astral. Quando o consciente não consegue interpretar algo, a mente sub­consciente é ativada. Aqui, em nosso exemplo, ela passa a um segundo plano para interpretar o sigilo. O que se manifesta no plano astral passa em seguida a mover-se rumo à manifestação no plano físico. Os sonhos são um exemplo de como o subconsciente trabalha em diversos conceitos que a mente consciente não consegue. Como Joseph Campbell notou certa feira, a mente consciente é um órgão secundário. Constitui apenas uma fração de nossa consciência total e todavia cremos que ela esteja no controle (entretanto, não é assim).

2 comentários:

Olá queria saber algumas coisas sobre religião,por exemplo se eu fazer algum sigilo e lançar se acontecerá alguma coisa comigo(espiritualmente) mais pra frente depois de eu ter lançado?obrigado

Sigilos, como qualquer outro tipo de magia, e na verdade, como qualquer outra ação humana, está sujeito às várias leis universais, dentre as quais está o Karma, ou Lei de Ação e Reação.
Se for para um propósito maligno, com certeza terá consequências desagradáveis algum dia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative