Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





 Já participou da promoção? Se ainda não viu, leia o post abaixo deste e não perca a oportunidade de ganhar um Mapa Astral completo ou Sinastria.



Um vínculo energético é uma ligação psíquica que se forma entre pessoas que se relacionam entre si; entre pessoas e objetos; entre pessoas e lugares; e entre pessoas e egrégoras.
Ao longo de nossas encarnações acumulamos uma infinidade de elos, que podem permanecer ativos ou não. Os primeiros elos a se formar num recém-nascido são obviamente entre seus parentes consaguíneos - o cordão umbilical é a forma material temporária de um dos elos psíquicos mais fortes: a ligação entre mãe e filho. Na maioria das vezes há elos espirituais que o ligam àquela mulher em especial que será a sua mãe.
Há elos com os demais parentes e eles são permanentes, mas a sua força depende da relação emocional que se estabelece entre eles.
Logo depois, através do batismo em qualquer religião, é estabelecido um vínculo energético entre o bebê e a egrégora da religião. Mas este é temporário, e sua força dependerá da criança - se ela continuará a frequentar aquela igreja, se desejará reforçar seus votos através de outras cerimônias (como a crisma e a eucaristia por exemplo). Estes últimos estabelecem vínculos ainda mais fortes, mas que ainda podem ser removidos.
No decorrer da vida da criança, ela estabelecerá vínculos com animais de estimação, colegas e professores. O tipo de relação determina o aspecto do vínculo.
- Ligações de amor e amizade podem ser detectadas no chakra cardíaco ou plexo solar.
- Ligações intelectuais são feitas através do chakra frontal e laríngeo.
- Ligações sexuais obviamente são feitas entre os chakras sexuais dos parceiros.
- Ligações materialistas entre pessoas e seus bens são estabelecidas pelo chakra básico.
- Ligações espirituais legítimas são estabelecidas pelo chakra coronário, ligando à pessoa a um sacerdote, guru, guia, mestre ou mesmo a egrégora espiritual.
-Ligações entre viciados de qualquer espécie (cigarro, bebida, drogas ilícitas...) e espíritos desencarnados se estabelecem no chakra umeral - localizado atrás do pescoço, e que originou a lenda da mordida do vampiro no pescoço. O vampiro na verdade é um ser espiritual que se alimenta da energia de sua vítima através de um centro de energia localizado no pescoço.



Um tipo de ligação psíquica muito peculiar é o que se estabelece através de iniciações legítimas. São vínculos na maioria das vezes irremovíveis, que sempre permanecerão com a pessoa - ela pode apenas enfraquecê-los caso deixe de participar das reuniões, rituais, ou cerimônias. Esses vínculos são muito úteis no desenvolvimento espiritual do iniciado, pois lhe oferece a proteção da egrégora, o seu conhecimento gravado nos registros akáshicos, o poder acumulado de seus rituais e símbolos e as energias e pensamentos de seus membros, principalmente com o mestre ou Iniciador.
Grandes problemas podem acarretar uma iniciação numa ordem ou grupo com intenções pouco nobres. As chamadas "Ordens Negras". Elas iniciam pessoas ingênuas, porém interessadas, e as usam como baterias psíquicas para os rituais do Iniciados mais experientes. Esses vínculos permanecem através de várias vidas, e mesmo que o indivíduo não tenha mais nenhuma relação com ocultismo ou magia, ainda é obssediado por estas ordens.

Aliás, é através de vínculos psíquicos que se processam todos os tipos de magia de amor, cura, amarração e ataques psíquicos. Um boneco com alguma identificação física da pessoa alvo torna-se o ancoramento físico para uma influência mágica, que pode ser benéfica ou maléfica. É a explicação do funcionamento dos populares bonecos de vodu. A lei da similaridade, ou "semelhante atrai semelhante" faz com que uma simples mecha de cabelos possa se tornar uma ligação real com o dono do cabelo.

Mas essa não é a realidade de vocês leitores, assim espero. Vamos então falar dos elos energéticos comuns entre família, colegas de trabalho e amigos.
Um elo muito importante é o do casamento, e as alianças (também conhecidas como "algemas", hehehe) não estão lá por acaso. São a representação material de uma realidade energética. Quando os cônjuges são compatíveis a nível energético, a ligação proverá uma troca harmoniosa de energia, mantendo o relacionamento saudável. Mas pessoas incompátiveis (Água e Fogo; Ar e Terra por exemplo) logo entrarão em conflito, uma subjugando a outra devido a tendência natural de atrito entre energias conflitantes.

Um problema comum entre namorados, ou mesmo amigos, surge quando uma das pessoas tem uma personalidade forte e dominante. Ela poderá transmitir essas características à outra pessoa envolvida ou enfraquecê-la pela absorção energética involuntária. A resistência automática que a pessoa mais fraca oferece vai desgastando-a, até que surgem as brigas.

A sociedade se mantém na estrutura em que a vemos graças aos vínculos energéticos que se estabelecem hierarquicamente. Ambientes de trabalho desagradáveis podem ser consequencia de chefes opressores. Alunos inseguros podem estar se comportando de tal modo sob influência de uma professora muito autoritária. Adolescentes revoltados podem estar sendo influenciados por pais briguentos. E por aí vai.

É importante saber reconhecer elos que são saudáveis e os que não são, para logo se livrar destes últimos. O quesito emocional determina  a força do vínculo, e é preciso Vontade e Visualização fortes para destruí-lo.
As técnicas podem variar no que se refere à visualização e os instrumentos utilizados, mas a base é a mesma.

Antes de mais nada, relaxe, tome um banho de purificação se possível, concentre-se e centre-se. Medite por alguns minutos (entre em alfa). Faça sua ligação com o divino.
Se quiser desfazer uma ligação com uma pessoal em especial, visualize-a diante de si o mais claramente possível. Tente ver com os olhos da mente que elos há entre vocês. O tipo de relação determina que chakras estarão ligados. Se não conseguir ver, visualize o local mais provável de ligação. Com sentimentos de amor incondicional, perdão e cura, explique à pessoa mentalmente o que está fazendo e por quê. 
Então visualize uma espada flamejante, uma tocha, ou quem sabe uma grande tesoura dourada e com ela corte o elo energético. Despregue as pontas que se ligavam nos chakras, e envie luz branca ou dourada para curar o local - isso é muito importante para garantir que o elo não se refaça e para evitar vazamentos de energia.
Quando tiver terminado, faça respirações de energia luminosa para se purificar e energizar. Deixe que flua entre você e a pessoa sentimentos de paz e amor altruísta, depois despeça-se dela e deixe que sua imagem desapareça.
É recomendável restabelecer seu escudo pessoal depois dessa operação.

Caso não tenha um pessoa específica em mente, visualize toda a extensão de sua aura, e procure quaisquer cordões energéticios que possam estar ligados a você. Examine-os cuidadosamente para descobrir com quem eles o ligam. Muito cuidado para não cortar cordões importantes entre familiares, amigos, animais de estimação. Quando descobrir um elo desagradável, faça o mesmo procedimento descrito acima.

Nunca faça essa meditação para destruir vínculos tendo sentimentos negativos em seu coração. Por mais que a pessoa envolvida lhe oprima ou faça mal, com estes sentimentos você pode criar um novo vínculo de ódio, rancor e mágoa.

Encerro este post aqui, para não torná-lo muito extenso. Muito poderia ser dito, mas por ora está de bom tamanho. Qualquer dúvida, fale comigo através do Contato na coluna lateral, ou nos comentários. E não deixe de participar da promoção para ganhar um Mapa Astral.


1 comentários:

Olá Hudson,

Depois de um período de férias, estou retornando com minhas mensagens e textos nos blogs e também voltando a desfrutar de todos os espaços iluminados que me fazem muito bem, assim como o seu.
Parabéns pelo importante texto que nos presenteou.
Realmente existem muitas pessoas que não imaginam o quanto estamos ligados energéticamente com as pessoas, sejam parentes, amigos, etc.....
Gostei muito de saber em que chakra temos determinadas ligações, e a técnica que você postou para desfazer uma ligação não muito benéfica com alguém, foi Maravilhosa.....simples, fácil e não tem segredo, e todos podem experimentar.
Novamente Parabéns, bela postagem e importante trabalho.

Muita Luz e Paz em seu coração!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative