Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar






Livro: Poções Mágicas
Autora: Gerina Dunwich

O ritual, exposto a seguir, tanto pode ser realizado por uma Bruxa Solitária como pela Alta Sacerdotisa/ Sacerdote de qualquer coven. Portanto, qualquer que seja a tradição Wicca à qual se é filiado (caso seja seguida alguma), isto não vai fazer a menor diferença, pois a Mãe Terra pertence a todos e necessita desesperadamente de cura, já que está ferida por causa da ignorância, da cobiça, do descuido e do comportamento destrutivo dos seres humanos.

Se, por alguma razão, você quiser fazer qualquer mudança ou acrescentar algum material extra neste ritual, não se acanhe e faça o que tiver que ser feito conforme a sua vontade. Como a sua magia vem do seu coração e nele não deve haver a intenção de magoar ninguém, os seus resultados mágicos só poderão ser os melhores. Aliás, este conselho também se aplica a qualquer feitiço ou ritual, no caso de você achar que deve fazer modificações, pois, obviamente, não há mal algum em "personalizar" um ritual, desde que as fases da Lua sejam observadas e que as substituições correspondam à vibração mágica, à regência planetária, à divindade, e assim por diante.


O Ritual de Cura da Terra pode ser feito em qualquer época. Mas as ocasiões ideais para a sua realização são as dos sabás e esbás mensais (encontros e celebrações do coven nos períodos da Lua Cheia) e ainda durante as assembleias pagãs, no Dia da Terra (22 de abril), no Dia da Mãe Terra (na China, é comemorado anualmente no dia 8 de março), no Aniversário da Terra (26 de outubro) e no dia 28 de fevereiro (o dia sagrado de Gaia, a Deusa Terra). Escolha um lugar, fora de casa, no qual você possa traçar um círculo mágico para realizar o seu ritual. E, se possível, procure trabalhar em alguma área que esteja precisando de cura, como é o caso de uma floresta danificada pela chuva ácida, uma praia suja de óleo, um rio poluído, um parque deteriorado pela ação dos vândalos e pichadores etc. Enfim, realize-o no lugar que o seu coração mandar, mesmo que o local escolhido seja o seu próprio quintal. Mas tome muito cuidado para não se aventurar em nenhuma área que possa colocar a sua integridade física ou a sua vida em perigo (como por exemplo, um lugar tóxico), ou que possa ocasionar a sua prisão por você ter invadido um espaço de acesso proibido.

Depois de selecionar o lugar e a data, inicie o ritual. E, para isso, você vai precisar de um athame consagrado (no ritual da adaga), duas velas votivas de cor verde (com ou sem aroma), varetas de incenso de mirra e de olíbano, caixa de fósforos e mais um caldeirão contendo a Poção de Cura da Terra, que poderá ser encontrada adiante.

Ponha o caldeirão no solo, posicionando uma das velas votivas à esquerda e a outra à direita dele, de tal forma que ele fique entre estas duas velas.

Trace o círculo com o caldeirão no centro, segurando o athame na sua mão de poder e caminhando na direção dos ponteiros do relógio, mas faça com que este movimento circular se inicie pelo Leste e termine no Oeste. E, enquanto estiver traçando o círculo, recite o seguinte encantamento:


"Com perfeito amor e perfeita confiança,
Traço este círculo de poder
E proteção.
Que vá embora toda a negatividade
E que ela seja neutralizada neste lugar.
Que vão embora todas as más influências
E que deste círculo sejam banidas
Com rapidez.
Este é o meu desejo, e que assim seja!".

Agora que já está inteiramente feito o traçado do círculo mágico, você pode dispensar uns poucos minutos para visualizar o "campo de força" que foi criado.

Após ter feito o traçado deste círculo, acenda o incenso e invoque os quatro elementos: Ar, Fogo, Água e Terra. E, para fazer isso, você deve em primeiro lugar se dirigir ao Leste, segurando o seu athame na posição da saudação e chamando ao círculo os espíritos elementais que correspondem a este quadrante:
"Para a torre de vigia do leste
Conclamo os guardiães do ar,
Os espíritos elementais do sol nascente.
Que este traçado de bruxas seja um círculo
Para novos começos, liberação espiritual,
Criação e comunicação.
Abençoado seja!"

Volte-se agora para o Sul e invoque os espíritos elementais que correspondem a este quadrante do círculo mágico:
"Para a torre de vigia do sul
Conclamo os guardiães do fogo,
Os espíritos elementais da energia
E da paixão e transformação.
Que este traçado de bruxas seja
Um círculo de energia positiva
E nos dê o poder de criar
As mudanças positivas em nossa vida
E no mundo.
Abençoado seja!"

Encaminhe-se agora para o Oeste e invoque os espíritos elementais que correspondem a este quadrante do círculo mágico:
"Para a torre de vigia do oeste
Conclamo os elementais da Água,
Os espíritos elementais da emoção,
Da mente psíquica
E do pôr-do-sol.
Que este traçado de bruxas seja um círculo
Glorificado pelo amor que nutrimos
Por nossa grande mãe, a terra.
E que nosso amor seja tão mágico
A ponto de nos unir a ela.
Abençoado seja!"

Dirija-se agora ao Norte e invoque os espíritos elementais que correspondem a este quadrante do círculo mágico:
"Para a torre de vigia do norte
Conclamo os guardiães da terra,
Os espíritos elementais do equilíbrio
E da proteção.
Que este traçado de bruxas seja
Um círculo de poder de cura
Unido pelo nosso respeito à natureza
E pelas nossas preocupações quanto ao destino
Do nosso planeta que corre tanto perigo.
Abençoado seja!"

Acenda então a vela verde que está posicionada à esquerda do caldeirão e diga:
"É com muito amor que eu invoco
O aspecto feminino de todas as coisas,
A energia do Yin
Que se conhece por mil nomes."

Acenda agora a outra vela que está posicionada à direita do caldeirão e diga:
"É com muito amor que invoco
O aspecto masculino de todas as coisas,
A energia do Yang,
Que se conhece por mil nomes."

Agora é hora de segurar o seu athame, direcionando-o para o alto, e ao mesmo tempo o visualize sendo carregado por uma energia de cura que ostenta um facho de luz branca ou dourada enviada pela Deusa. E repita por diversas vezes o encantamento quem vem a seguir, só parando quando sentir no seu corpo um formigamento mágico:
"É com a energia de cura da Deusa que este athame
Está sendo impregnado.
Para não magoar ninguém, pois ele assim é abençoado!"

Logo que você sentir que a energia está toda no athame, mergulhe a sua lâmina dentro da Poção de Cura da Terra que se encontra no interior do caldeirão e diga:
"Ó poção, tu que vais curar a Terra,
Faças nascer a emoção de amar!
E em nome do perfeito amor e perfeita confiança,
Que tu sejas agora energizada com esperança."

Retire o athame do caldeirão e enterre a sua lâmina no solo. Depois pegue o caldeirão com as duas mãos e despeje lentamente a poção em torno do athame que já se encontra no solo, lembrando-se de obedecer ao movimento no sentido deosil e de pedir à Mãe Terra que aceite o seu presente. Por isso, procure expressar todo o seu amor por ela. Coloque em seguida as suas mãos sobre a terra, meditando sobre as diversas formas de ajudá-la no sentido de criar mudanças positivas que beneficiem o planeta.
Procure transmitir a sua energia de maneira que ela flua da palma de sua mão e se introduza na terra. E isto deve ser feito como se você se fundisse com o solo para uma reconexão paulatina com o reino físico. Este gesto é realmente bastante importante e deve ocorrer no término de todos os rituais e feitiços, pois assim você estará não só engajada com a natureza, como se resguardará da experiência que é conhecida como a maré mágica da destruição.
Após esse procedimento, pegue outra vez o athame, segurando-o com a sua mão de poder, e volte-se para o direcionamento correto (Norte/Terra, Oeste/Água, Sul/Fogo, Leste/Ar), recitando o encantamento a seguir com o intuito de despedir-se dos quatro espíritos elementais.

"É com imenso amor que agora
Agradeço e me despeço
Dos guardiães do norte,
Dos guardiães do oeste,
Dos guardiães do sul,
E dos guardiães do leste.
Que vocês não magoem ninguém e retornem em paz
Para os seus devidos lugares na natureza
Até que eu precise invocar de novo
A sua presença e o seu poder.
Abençoados sejam."

Por fim, destrace o círculo, seguindo a direção oposta pela qual ele foi traçado, ou seja, começando no Leste e caminhando widdershins. E, à medida que assim proceder, visualize o círculo desvanecendo fisicamente como se ele se desfizesse e sumisse da sua visão, repetindo as seguintes palavras:
"Na direção contrária eu destraço
Estes confins do espaço sagrado.
Que a Terra se cure e ninguém seja ferido,
Pois o meu trabalho mágico está agora concluído.
Abençoado ele seja pela tríplice lei,
E que a Terra fique feliz e que assim se faça!"

Apague as velas com seus dedos ou faça uso de um abafador de chamas. O Ritual de Cura da Terra está completo.

Poção de Cura da Terra

Para fazer uma Poção de Cura da Terra com ervas, encha um caldeirão de tamanho médio com artemísia, trevo-azedo (um outro nome pra azedinha) e marroio branco. Depois adicione um pouco de sumo de verbena, juntamente com um bocado de pó da raiz seca e das bagas do cipreste (opcional. Despeje duas xícaras de água fervente (de preferência de chuva) sobre as ervas, cubra o caldeirão com uma tampa e deixe a poção em infusão por aproximadamente uma hora e meia.

Todas as ervas que são utilizadas para fazer esta poção estão sob a regência mágica e espiritual do antigo elemento Terra e têm sido usadas por todas as Bruxas no decorrer dos séculos devido aos seus extraordinários poderes de cura.

Entretanto, esta poção não é para ser bebida, pois ela é feita para ser despejada sobre o solo da Terra como uma libação em honra do planeta, isto é, como uma forma de agradecimento e também para oferecer vibrações positivas de cura.

Para que os resultados sejam mais eficazes, prepare esta poção quando a Lua estiver Cheia ou Crescente, pois estas duas fases são épocas nas quais a influência lunar sobre os trabalhos mágicos é favorável ao fortalecimento, ao crescimento e à cura de todos os males.

1 comentários:

Eh mto importantefazer esse ritual na situaçao q a Teraa se encontra nos dias de hj!!!


Quem sabe ela nao pode ficar mais saudavel com um bom tratamento como esse ritual e menos poluiçao!!??

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative