Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





Na cura mágica ou psíquica, o curandeiro faz a força vital fluir de seu próprio corpo para o da pessoa doente. Em geral essa energia é transferida por meio das mãos. Para operar a cura psíquica, você deve acima de tudo estar saudável fisicamente e possuir força vital de sobra.
Também deve ter um excelente caráter, pois vai transferir suas vibrações pessoais para o paciente.

Caduceu de Hermes, símbolo da cura.


Em geral, na cura psíquica, você retira a forca vital do Universo e a “jorra” conscientemente naquele que está doente. Sempre se concentre em pensar o paciente ficará cada vez melhor a cada momento e a cada dia. Para se tornar um curandeiro eficaz, também é importante estudar a anatomia e as causas e sintomas de diversas doenças. Doenças infecciosas ou aquelas que exigem operações devem ser deixadas para a medicina convencional! A ciência médica moderna é extremamente eficaz e nunca deve ser ignorada ou deixada de lado. Mas a cura psíquica pode ajudar na recuperarão de operações e em moléstias que não respondem a remédios. Ela pode até mesmo aliviar ou curar algumas doenças "incuráveis". Enxaquecas, alergias, problemas gástricos e mal-estar de origem psicossomática ("Mente-corpo") respondem muito bem à cura psíquica.

Há a cura através dos chacras, alinhando e equilibrando os sete centros principais de energia do paciente; cura áurica ou cromoterapia, mudando a condição de uma pessoa visualizando uma cor de luz específica em volta dela; cura prânica, enviando prana do corpo do curandeiro para as partes doentes do paciente com o fito de estimular e restaurar o funcionamento normal; cura das pedras, aproveitando as energias específicas de cristais e a cura herbal, na qual aplica-se a qualidade terapêutica das plantas como remédio natural.

Formas-pensamento é a designação para criações mentais que utilizam a matéria fluídica ou matéria astral para compor as características de acordo com a natureza do pensamento. A mente humana, de encarnados ou desencarnados, atua sobre energias sutis e cada pensamento criado corresponde a uma forma. A este conceito está sujeito todo tipo de pensamento: bom ou mau, fugaz ou persistente, decidido ou reprimido. Mas o seu tempo de vida depende da intensidade e de qual sentimento o acompanha. Por exemplo, se você olha um sofá - provavelmente você não tem nenhum vínculo emocional com ele e o seu pensamento sobre ele será duradouro pelo tempo em que você observá-lo - nesse intervalo, surge uma réplica energética do sofá em seu corpo mental. Mas depois, quando você for para outro local, outros pensamentos virão à sua mente e o sofá logo se desfaz no éter.
Atente-se então à questão de pensamentos "negativos" em relação à uma pessoa específica. Você criará uma réplica mental dela e gerará uma energia emocional direcionada a ela, tal como ódio, inveja, vingança, amargura... E pela Lei da Semelhança, essa mesma energia afetará a pessoa em questão, tanto substancialmente quanto for o seu grau de percepção psíquica e a intensidade da emanação sentimental. Assim sendo, devemos tomar cuidado com os nossos pensamentos, pois a lei do carma - causa e efeito - age também a esse plano, e não apenas fisicamente.
O mesmo vale para pensamentos positivos, que obviamente, geram carma positivo ou dharma.

Egrégoras são como formas-pensamento coletivas. Quando duas ou mais pessoas unem-se regularmente com determinado propósito em comum, suas formas-pensamento aglutinam-se devido à semelhança de vibração, tornando-se quase uma entidade própria. As mesmas regras ditas acima são válidas sobre as egrégoras, talvez mais intensamente, uma vez que são substancialmente poderosas. Existem egrégoras numa família, no trabalho, na igreja, na escola...



Analisando esses conceitos um pouco mais profundamente, percebe-se que é assim que a magia opera. Todas as analogias que reunimos em um feitiço ou ritual (velas, ervas, cristais, óleos, deuses), com a mesma carga vibratória de um planeta por exemplo, serão moldadas por nossa Vontade - a mente - e quanto mais intensa for, e carregada de uma emanação emocional suficiente, tanto poderosa será a forma-pensamento de um mago/bruxo ou a egrégora de um coven (reunião de bruxos).

Os rituais de banimentos, proteção e equilíbrio são realizados para purificar o templo, o local dos trabalhos e o ambiente do magista, banindo forças ou entidades indesejáveis, interferências, formas mentais nocivas, ataques de vampirismo energético, etc., bem como reforçar a defesa psíquica de maneira continua, centralizar o pensamento e a consciência e gerar uma predisposição às atividades mágicas. Devem ser realizados diariamente, pelo menos uma vez ao dia, com muita atenção até que se torne fácil e "automático" e, principalmente, antes e depois dos rituais, cerimoniais, projeções astrais, meditações, etc. Servem também para eliminar obsessões e vícios, visualizando-os fora do círculo de proteção a um metro de distancia aproximadamente e direcionando o banimento para desintegrá-los.
Há vários rituais de banimento criados em várias vertentes do Ocultismo, Ordens e Escolas de Magia. O mais conhecido é provavelmente o Ritual Menor do Pentagrama, que foi criado pela Ordem Golden Down. Além de banimento, serve para criar uma proteção e exercitar a visualização. Mas ele tem elementos cabalísticos e gnósticos que não nos são familiares, por isso não vou postá-lo aqui. Se alguém interessar, pode achá-lo facilmente numa busca.
O banimento que vou ensinar aqui é um que uso sempre antes e depois de meus rituais. É simples e eficaz, aprendi-o no livro Bruxaria Noturna, de Konstantinos - recomendo. Vou transcrevê-la aqui com minhas próprias palavras e ligeiramente adaptado.

Técnica
Você não precisará de nada além do poder de sua mente, e talvez, apenas para criar um ambiente propício para a sua prática - luz de velas.
Fique no centro do espaço que deseja limpar. Faça um ciclo de três respirações profundas. Visualize abaixo de você (abaixo do nível do chão) uma esfera negra (o poder da Terra, firmamento) e acima de sua cabeça, outra esfera de mesmo tamanho, mas desta vez prateada pulsante (a essência da noite, pode-se trocar por dourado, se for realizado durante o dia).
A esfera pulsante quer derramar-se sobre a terra, sinta isso. Pequenas fagulhas de luz vindas dela caem na esfera negra e são absorvidas por ela. Sinta a carga de energia pressionando você em direção à Terra.
Visualize-se a si mesmo crescendo em altura, mas seus pés continuam firmes no chão.
Levante os braços e toque na esfera acima. Permita-se absorver a sua energia pelas mãos, inspirando profundamente.
Quando expirar, abaixe as mãos e posicione-as à frente do peito, como se segurasse uma bola invisível entre elas. Sinta a energia passar pelo seu corpo enquanto abaixa as mãos.
Faça um ciclo de três respirações profundas, e a cada um, permita que mais energia passe pelo seu corpo e acumule um pouco dela na "bola invisível". Quando terminar a terceira expiração, essa esfera deve estar extremamente brilhante em sua visualização.
No próximo ciclo de respirações, durante as inspirações você puxará mais energia e quando expirar, fará a esfera em sua mão crescer um metro de diâmetro por vez (ou mais, se o seu local for muito grande). No fim do ciclo, a esfera deve ter se expandido o bastante para cobrir todo o ambiente com a sua positividade.
Reforce a visualização e pronto! Não precisa desintegrar a energia que invocou -ela se dispersará sozinha após algumas horas - e nem visualizar-se voltando ao tamanho normal. Isso foi uma metáfora de sua imposição sobre a negatividade.
Para ilustrar como deve ser a sua visualização, veja a imagem abaixo:


É isso! Pratique sempre, e depois poderá também livrar pessoas de negatividade com essa mesma técnica. Treine antes de dormir, garantirá um sono tranquilo.

Ela circula pela internet há anos, sem autoria definida, mas é perfeita para esclarecer a todos o que é Bruxaria, leiam e repassem, o conhecimento leva ao respeito.


"Eu sou uma bruxa. Não trabalho para o demônio, não estou interessada no Satã. Satã foi inventado pelos cristãos. Satanismo é uma forma de cristianismo. Eu não sou um cristão.
Eu não vou a igreja aos domingos. Eu não temo ir para o inferno porque eu acredito no inferno tanto quanto acredito no Satã.
Eu acredito em reencarnação; que voltarei para este mundo ou outro, e viverei outra vida.
Eu não sou má. Dizer as pessoas que eu sou uma “boa bruxa” ou perguntar me se sou uma boa bruxa implica que há más bruxas. Há pessoas más no mundo , e há pessoas que escolhem usar com as forças da natureza no propósito para fazer mal aos outros; essas pessoas não são bruxas. A lei principal da bruxa é “Faça o que quiseres sem a ninguém prejudicar”.
Por favor não me pergunte sobre sacrifício de gatos ou profanação igrejas. Eu amo meus gatos. E eu não vou a igrejas e sinagogas a menos que um amigo de outra religião me convide para uma ocasião especial. E se tenho que entrar numa igreja, eu não vou sofrer um “ataque divino”. E se um cristão, ou um Judeu, ou um budista vem a um ritual pagão, nossos deuses não atacarão até morrer. Não é isso algo a se pensar?
Vestir um pentáculo não é diferente que vestir uma cruz, crucifixo ou uma estrela de Davi. Se você quer que eu retire o símbolo da minha religião (e Wicca é uma religião, protegida pela mesma Primeira Emenda dos Direitos como outras religiões.) por que é ofensivo, você precisa fazer com que cada um de cada religião o faça também. Os cinco pontos da estrela simbolizam os cinco elementos: Terra, Ar, Fogo e Água, e o quinto ponto é o Espírito. Circundado pelo Mundo. Como que pode ofender, não dá para imaginar. Uma imagem de um torturado, um homem agonizando é mais ofensiva, e mesmo assim, milhares de pessoas usam crucifixos todo dia.
Também, não me pergunte se eu estou num coven com aquele jeito horripilante, meio aquele tom de voz “fascinada”. Se eu quero falar sobre meu coven, eu irei, educadamente. Se sou um praticante solitário, eu não tenho coven para discutir.
Em qualquer caso, em nossos rituais temos velas, comida, bebida, poesias, dança…sim, há uma faca, mas ela só corta o ar, e não carne de alguém.
Eu não bebo sangue. Não sou a mesma coisa que vampiro. Eu visto preto porque isso mantém a negatividade fora e porque fica melhor em mim que laranja e bolinhas roxo/púrpura.
Se você quer me perguntar algo relacionado a minha religião, pergunte-me quando a próxima lua cheia vai chegar. Ou melhor, quando a próxima lua azul vai chegar. Ou pergunte o que a lua azul. E Pergunte-me sobre ervas. Cristais. Curas. As vezes me pedem para fazer uma poção do amor. Mas eu não lanço feitiços em outras pessoas e não lançarei um feitiço em você para ficar linda, magra, mais atraente . E eu não vou lançar um feitiço no seu “desejado” para fazer ele te amar . Acredite-me, você não quer isso. Isso é forma de manipulação , mandar em alguém , infringe na sua liberdade. Não é bom para ninguém.
E também não vou lançar um feitiço para alguém parar de fazer algo contigo. Magia funciona como uma co-criação. Uma bruxa funciona com energia universal, com os deuses, “inclinando” a máquina de probabilidade para algo.
Precisa de dinheiro? Não tente enfeitiçar seu chefe a dar um aumento. Simplesmente peça ao Universo que aumente os “fluidos” de abundância e prosperidade em sua direção . Isso não afeta ninguém.
Última coisa; dar-me um livro sobre a inquisição é como dar um livro sobre o Holocausto a um judeu. Não é engraçado, é rude.
Por favor não tente me deixar envergonhada com o que faço ou o que sou. Por favor não tente me converter ou me “salvar”. Não atire água benta em mim.
Não me deixe “santinhos” sobre minha mesa ou pára-brisa. Eu não necessito ser salva.
Nós somos orgulhosas pelo fato de não precisarmos recrutar pessoas para serem bruxas. Nós simplesmente somos, e todos a nossa volta nos verão como pensamos, como agimos, na nossa paz interior, e só quando uma pessoa diz “como faço para me tornar um bruxa?” nós fazemos ela adentrar conosco.
Eu nunca irei deixar uma propaganda da religião com alguém. Eu não tenho uma propaganda, a não ser que considere esta carta como uma. E eu não estou interessada em convertê-lo. Eu só peço a você que me compreenda. E se não quiser me compreender, apenas me deixe sozinha.
Abençoados sejam,
Uma bruxa"

Depois disso, precisa-se que fale mais alguma coisa? Reflitam...




1- Evite discutir dentro de casa, principalmente nos quartos.

2 - Quando houver uma briga, imediatamente abra as portas e janelas do cômodo em que ocorreu e se possível, acenda um incenso, uma vela, jogue sal grosso nos cantos, respingue água ou mesmo varra o ar próximo ao chão - qualquer alternativa, sempre mentalizando as energias conflitantes indo embora. Logo depois, procure resolver a questão pacificamente.

3 - Só convide a ir a sua casa pessoas em quem você confia e sente bem ao seu lado.

4 - Se precisar receber pessoas desagradáveis, evite que ela toque suas coisas e visite seu quarto.

5 - Mantenha a função de cada cômodo, estude no quarto de estudos, durma no seu próprio quarto, coma na cozinha, assista TV na sala de estar... Isso ajudar a manter energias específicas em cada cômodo, se você estudar na cozinha e comer no quarto por exemplo, terá os estudos prejudicados. Em relação ao banheiro, deixe a tampa do vaso sempre abaixada e a porta fechada.

6 - Mantenha-se sempre de bom humor, não deixe que futilidades acabem com o seu dia. Lave o rosto e mande tudo ralo abaixo.

7 - Não deixe roupas sujas largadas pelo quarto, objetos se amontoando, poeira acumulada, cantos atulhados de coisas... isso tudo faz com que a energia se estagnize nos locais e fica difícil mandá-la embora. Mantenha tudo limpo e nos devidos lugares!

8 - Quando chegar da rua, lave suas mãos com o propósito de alinhar-se com as energias de seu lar, e livrar-se de tudo o que veio de fora. Pode até mesmo preparar um chá de sálvia ou lavanda por exemplo, e borrifar em si mesmo antes de entrar.

9 - Estabeleça simples proteções em torno de sua casa, em especial, do quarto, desenhando pentagramas nas janelas e portas, com o dedo mesmo, mentalizando uma barreira proterora para tudo o que vier de fora.


10 - Equilibre-se energeticamente: seu exterior reflete o interior. Durma pelo menos 8 horas por noite, medite 10 minutos por dia, ouça músicas relaxantes, NUNCA vá se deitar contrariado com alguma coisa, tenha uma alimentação saudável, caminhe pela natureza, trate as pessoas com que você mora com amor, respeito e paciência.



O incenso é relacionado ao elemento Ar (embora alguns autores digam que é a união entre Fogo e Ar), e pode ser usado em um ritual para invocar os Silfos. A fumaça do incenso tem o significado simbólico de levar preces e pedidos aos céus, carregados por aromas místicos que agradam aos deuses. Eles têm a função principal de purificação, seja de uma pessoa ou de um lugar (para isso, circule o local em sentido anti-horário, segurando-o com a mão esquerda enquanto mentaliza positividade e preces), e determinados materiais têm funções diversas como atrair energias positivas, favorecer a meditação, ajudar com os estudos, atrair sorte, amor, prosperidade, paz... alguns são até afrodisíacos. Também elevam e transmutam as vibrações, agindo diretamente na aura, conectando-nos com os seres e forças superiores.

Os incensos remontam da Antiguidade, os Egípcios foram os primeiros a fabricá-los, em rituais secretíssimos dentro de seus templos. O incenso egípcio mais famoso é o Kyphi. Plutarco escreveu sobre ele: "O incenso tem dezesseis ingredientes, número que constitui o quadrado de um quadrado (2²= 4 e 4²=16) e tais ingredientes são coisas que, à noite, deliciam. Tem o poder de adormecer as pessoas, iluminar os sonhos e relaxar as tensões diárias, trazendo a calma e quietude àqueles que o respiram."
Os hindus na Índia eram fascinados pelos incensos, importavam-nos da Arábia e usavam em rituais públicos ou em casa. Depois foi adotado pelos Gregos, Judeus (com referências no Antigo Testamento), budistas, romanos e por último, pelos cristãos. Atualmente tem uso universal e em destaque, na Magia, tendo a função de purificar o templo e os adeptos, ajudar a alcançar estados alterados de consciência e invocar o ar no Círculo Mágico.

O incenso é muito agradável às pessoas evoluídas, e, ao contrário, pode aborrecer aqueles que não estão na mesma sintonia.

Ele pode ser encontrado ultimamente em palitos, cones, em pó ou em resina e pode até ser feito em casa. Cada aroma tem uma associação zodiacal (com os signos), com os chackras, com os planetas e outras associações, sendo estas de muita utilidade durante a elaboração de um feitiço.
Abaixo, uma lista dos principais aromas e suas propriedades.



Propriedades aromáticas

Arruda: confere proteção espiritual e aumenta a segurança. É muito eficiente na eliminação de energias negativas e sua purificação.
Acácia: evita pesadelos e transmite um sono tranqüilo.
Absinto: favorece a clarividência, e também, para proteção e amor.
Alecrim: afasta a depressão, purifica o local em questão, e eleva o nível de pensamentos.
Alfazema: eleva o astral e transmite tranqüilidade.
Almíscar: aumenta a sorte e o sucesso, assim como a intuição.
Angélica: aumenta a proteção.
Artemísia: faz aflorar a clarividência.
Anis estrelado: atrai a boa sorte.
Benjoim: aumenta a criatividade, seja em trabalhos artísticos ou escritos.
Camomila: melhora as finanças e acalma emocionalmente.
Canela: é indicado para questões financeiras e tranqüiliza o ambiente.
Cânfora: aumenta a realização emocional e profissional e elimina todo tipo de energia negativa.
Cedro: aumenta a força física. Muito indicado para purificar os ambientes, pois atrai vibrações de harmonia. Quanto aos negócios, ajuda a ter sucesso com as vendas.
Cipreste: aumenta a concentração, a firmeza e o equilíbrio. Proporciona prosperidade e fortuna.
Coco: traz o equilíbrio emocional necessário para a tomada de decisões.
Cravo: abre os caminhos, atrai dinheiro, destrói as energias negativas reinantes e confere segurança.
Erva cidreira: confere felicidade e sucesso; assim como promove o encontro de verdadeiro amor.
Erva doce: eficaz contra "olho gordo"; como também promove a harmonia e paz.
Eucalipto: renova as energias e promove uma verdadeira limpeza energética do local.
Hortelã: anula as energias negativas. É muito indicado para aumentar a compreensão, o poder de decisão, a ordem e a consciência ecológica.
Jasmim: aumenta a resistência física e melhora os negócios. Acalma o ambiente.
Lavanda: elimina a depressão e confere um sono tranqüilo.
Manjericão: traz sorte, felicidade, prosperidade e proteção.
Mirra: estimula a intuição.
Noz moscada: alegra o ambiente e atrai dinheiro, da maneira justa e merecida.
Orquídea: indicado para purificar o ambiente de trabalho e ajudar a encontrar soluções para problemas práticos.
Patchuli: traz abundância e reativa a fertilidade.
Pimenta da jamaica: elimina brigas dentro de casa; atrai dinheiro e boa sorte.
Pinho: atrai proteção e aumenta a fertilidade.
Rosa branca: limpa o ambiente contra as energias maléficas e acalma as pessoas que estão ao seu redor.
Sândalo: ajuda no desenvolvimento e expansão da intuição.
Sândalo branco: traz sucesso, proteção e aumenta o poder da meditação.
Vertiver: é a fragrância que protege o comércio, favorecendo as boas vendas, atraindo dinheiro e a boa sorte.
Violeta: ajuda a espantar as energias negativas.



Os Incensos e os Signos

Áries: mirra ou cipreste, almíscar, angélica, ópium, rosa musgosa, alecrim.
Touro: sândalo, camomila, arruda, orquídea.
Gêmeos: canela, âmbar, indiano e eucalipto.
Câncer: cânfora, jasmim, maça rosada.
Leão: amor perfeito, cedro, lótus, rosa branca, sândalo vermelho.
Virgem: canela, cravo da índia, rosa musgosa, angélica, benjoim.
Libra: eucalipto, calêndula, cedro, jasmim, orquídea.
Escorpião: almíscar canforado, flor do campo, lótus.
Sagitário: alfazema, alecrim, sândalo amarelo.
Capricórnio: arruda, benjoim, cravo da índia, sândalo vermelho.
Aquário: cedro, flores do campo, eucalipto, rosa branca.
Peixes: cânfora, jasmim, mirra, opium, sândalo amarelo.

Associações planetárias

Veja no post: http://alemdofisico.blogspot.com/2010/05/as-energias-planetarias-na-magia.html
 


Cristais são minerais dotados de energias específicas aplicadas na magia, em cura de doenças físicas e mentais, cromoterapia, harmonização de ambientes, transmutação de energias, confecção de amuletos para proteção, invocação de elementais, entre outras aplicações.
Os cristais são fontes inesgotáveis de energia cósmica, natural e telúrica. São os "ossos" da Mãe Gaia, a Terra. Eles podem ser encontrados brutos na natureza, ou lapidados em lojas esotéricas e outras lojas específicas.
A cor e a forma definem a sua função. Naturalmente eles são amplificadores de energia, e estendem seu campo magnético por vários metros. Podem ser usados à distância, através da Lei da Semelhança, colocando junto com eles um "testemunho" (DNA, foto, nome da pessoa a qual se destina a energia).
Para energizar um cristal devemos, primeiramente, limpá-lo. Quando ganhamos ou compramos um cristal, ele traz armazenado registro do local de origem. Devemos então "zerá-lo" deixando 24 horas submerso em uma solução de água e sal grosso. Em seguida lavá-lo em água corrente e deixá-lo tomar sol por pelo menos 1 hora (cuidado com cristais tingidos, pois podem perder a sua cor no sol), entre as 8 e 11 horas da manhã de preferência, para receber o prana que irá energizá-lo. Os cristais podem também ser energizados na Lua cheia, tempestade, cachoeira, rio ou mar.
Os Xamãs energizam seus cristais de uma maneira diferente, eles acendem uma fogueira em campo aberto, perto de rio (água corrente) num dia especialmente escolhido (abertura de portais) e programam o cristal branco para uma finalidade específica do tipo, saúde, cura, harmonização, limpeza, amor e sucesso. É um tipo de energização feito com os elementais do fogo (Salamandras) e da água (Ondinas).
Um kit básico de cristais deve conter:
 •  Quartzo rosa para o amor;
 •  Branco para paz;
 •  Verde para saúde ou regenerador celular;
 •  Pirita ou citrino para o dinheiro;
 •  Ametista ou Fluorita, Lilás, para trabalhar a espiritualidade; e
 •  Uma Drusa para limpeza.
Existe ainda uma infinita utilização para os coloridos, relacionando-os com os chackras, com os signos, com os elementos, com os planetas, dentre muitas outras ligações.




CURA: As pedras de tonalidade verde, como a esmeralda, quartzo verde, jade etc, trabalham a cura. Por exemplo, você pode colocar um quartzo verde dentro de um copo com água na cabeceira da cama da pessoa doente à noite. Cobrir com um guardanapo, para que ela tome pela manhã. Use sempre um cristal grande para que a pessoa, ainda com sono, não corra o risco de engolir a pedra. Ao tomar a água, a pessoa deverá mentalizar que as células e átomos de seu corpo serão reconstituídos e o negativo desmaterializado.
Automaticamente estará armazenando esses dados no cristal e no inconsciente.

Propriedades de alguns Cristais


Ametista: sua energia combate o alcoolismo, tristeza, mágoa e depressão. É considerada como o cristal da paz, pois propicia paz e bons pensamentos, sensitividade, protegendo-nos de ladrões e ferimentos.
Citrino amarelo: atua nos órgãos do plexo solar, combatendo fraquezas musculares. No campo emocional, combate as fraquezas mentais e instintos auto-destrutivos, promovendo equilíbrio e ajudando na área profissional. É muito usado em rituais para prosperidade.
Granada: trabalha com a sexualidade e reforça a energia física. Desenvolve a auto-percepção, a coragem e o magnetismo. Repele as energias negativas dos chakras.
Hematita: muito boa para a regeneração de tecidos e distúrbios do sangue. Proporciona tranqüilidade e divinação. Elimina doenças do corpo e estimula desejos.
Quartzo azul: atua na área da garganta e boca. É considerado o cristal da comunicação e da tranqüilidade, pois proporciona equilíbrio da comunicação e expressão.
Quartzo rosa: auxilia no tratamento de doenças dos órgãos do tórax, reduz rugas e estimula os glóbulos vermelhos. É considerado o cristal do amor, expressão pessoal e artística, aumenta a auto-estima.
Quartzo verde: trabalha com o timo, propicia recuperação geral e resistência imunológica. Traz equilíbrio, calma, centramento, saúde e prosperidade.
Quartzo transparente: energizador e excelente em trabalhos para curas em geral. Atua no sistema límbico, auxiliando na cura das doenças psicossomáticas. É considerado um "cristal curinga", porque tranforma as energias.
Sodalida: trabalha com a visão e a audição. Reforça a auto-estima, auto-confiança, a percepção, auxiliando o desenvolvimento da terceira visão e da intuição. Muito bom para ser usado em meditações, pois colabora com o crescimento espiritual e traz sabedoria.
Turmalina negra: muito usada em casos de artrite, reumatismo e doenças coronárias. Combate a ansiedade e a desorientação. Traz proteção e centramento.
Pirita: regida por Marte, propicia dinheiro, divinação e sorte. Muitos consideram a pirita como metal. Este cristal é o famoso "ouro de tolo", porque, na sua forma bruta, parece com o ouro. Traz sorte, dinheiro e capacidade mental.

A aura é um campo de energia que circunda todos os seres vivos, e até mesmo objetos, após serem tocados por alguém. Tudo no universo vibra, pois tudo é constituído de átomos em constante movimento, e isso gera um campo eletromagnético.
Nos seres humanos em especial, a aura reflete o estado emocional, mental, físico, psicológico, psíquico, etc. de acordo com a cor que apresenta, a densidade, a extensão, temperatura, etc. Manchas escuras, buracos ou pontos frágeis no campo energético indicam desordem física, pois as doenças se manifestam quando não estamos com uma vibração alta, nos campos mais sutis, passando para os mais densos até que chega ao plano físico. Quando a aura está frágil, a entrada de microorganismos em nosso organismo é muito mais fácil.
A aura tem várias faixas de vibração, diretamente relacionadas aos 7 principais chackas e consequentemente às 7 dimensões, com 7 cores diferentes. Na verdade, os nossos sete corpos sutis em conjunto formam o que chamamos de aura. São eles o etérico (relacionado com o Chacka Base), astral (Chackra Esplênico ou Sexual), emocional (Chackra do Plexo Solar), mental inferior (Chacka Cardíaco), mental superior (Chackra Laríngeo), causal (Chackra do Terceiro Olho) e cósmico (Chacka Coronário), além do próprio espírito ou alma. Sendo assim, a aura de todos nós apresenta todas as cores do arco-íris, mas dependendo de qual chackra está mais ativo, uma cor se sobrepõe às outras - alguns clarividentes vêem apenas essa cor dominante, outros conseguem maior alcance e vêem as outras faixas e até mesmo os chackras em funcionamento.
Em 1904 foi descoberta a Fotografia Kirlian, a qual se especula que fotografa a aura. No entanto não se chegou a uma conclusão sobre o que de fato ela retrata, já que objetos e pedras apresentam um halo luminoso semelhante ao de um dedo humano (ao lado). Só aparecem as cores azul e vermelho, para as quais os esotéricos atribuíram significado dependendo da predominância, posição, etc.

A aura de pessoas comuns costuma se infiltrar em ambientes, objetos e até mesmo no campo energético de outras pessoas. Isso se torna um problema quando suas energias não são saudáveis e "infectam" pessoas e lugares alheios. Para não compartilhar energia inconscientemente, nem absover aquelas que pairam nos ambientes, é uma boa ideia aprender a manipular a sua aura. Tornando-a impermeável por fora, agirá como um escudo. Isso pode ser feito através de visualizações fortes e persistentes, empregando o auxílio de proteções mágicas (isso é mais avançado) ou aprendendo a ver sua aura. Vendo-a é bem mais fácil manipulá-la, no entanto, seria a longo prazo, pois é um treinamento que exige muita dedicação e nem todos conseguem resultados satisfatórios. Comece hoje mesmo, visualizando o seu campo energético como se fosse uma cápsula de metal reflexivo por fora. Alimente essa visualização frequentemente e rapidamente terá um escudo eficaz. Experimente mudar a cor dela mentalmente, e também a sua consistência e temperatura. Os resultados serão diferentes e interessantes.

Há um teste on-line para decobrir a cor da sua aura. Ele faz isso com base em perguntas sobre a sua personalidade, que indicaria qual chackra é mais desenvolvido, e consequentemente qual cor se sobrepõe em sem campo energético. É muito interessante! Confira: nova.abril.com.br/testes/qual-a-cor-da-sua-aura/

Mas se de alguma forma você já sabe a cor de sua aura, veja o que isso significa:


Significado das cores

Aura verde: Autoconfiança, capacidade de resolver problemas e de perdoar e de amar a paz; sensibilidade. É organizador, planejador e estrategista. A predominância da cor verde na aura das pessoas indica saúde e vigor. Esse tom costuma aparecer com grande intensidade na região da cabeça, pois está associado á atividade mental. Nos animais, a aura verde indica mansidão. Nas plantas, demonstra a emissão de fortes ondas de energia positiva, sendo muito comum nos vegetais dotados de propriedades curativas. Os objetos de aura verde são de uma autêntica fonte de positividade. Costumam apresentar esse tom depois de terem sido tocados por pessoas que estão de bem com a vida.

Aura amarela: Capacidade de dar e receber; ter esperanças; a saúde e a família desempenham um papel importante. Tem o dom de trabalhar em grupo harmoniosamente. O amarelo é uma das cores cinestésicas do espectro; isso significa que uma pessoa com aura desta cor tem uma reação física antes de ter uma resposta emocional ou intelectual. Quando ele entra numa sala cheia de gente, sabe de imediato se quer permanecer ou não. A predominância da cor amarela na aura das pessoas indica inteligência, facilidade para se comunicar e para aprender e supremacia da razão sobre a emoção. Nos animais, pode ser sinal de doença, debilidade física ou tristeza. Nas plantas significa falta de vitalidade, especialmente se a tonalidade do amarelo for muito fraca. Já os objetos de aura amarela costumam ser dotados de pouca energia ou emitir vibrações ruins.

Aura azul:Capacidade de cura através das próprias energias mentais e espirituais; age sobre os outros de modo agradável e calmante; altos ideais de vida; sinceridade. O Azul personifica as características do cuidado e do carinho. É a cor da aura que mais se preocupa em ajudar os outros. Predominância da cor azul na aura das pessoas indica paz interior, harmonia, saúde equilibrada. Bem estar, descanso e autoconfiança. Geralmente se manifesta com maior intensidade após um ato sexual satisfatório e durante o sono. Nos animais, a aura azul é sinal de felicidade e de satisfação com o tratamento que vêm recebendo do dono. Nas plantas, indica propriedades tranqüilizantes e analgésicas. Nos objetos, pode ser interpretadas como uma emanação de fluidos positivos.

Aura laranja: Sua busca espiritual é, na verdade, uma busca de um sentido de vida além de si mesmo. A predominância da cor laranja na aura das pessoas indica capacidade de realização, sensualidade, boa saúde, versatilidade e dinamismo. Nos animais é sinal de manifestação dos instintos (fome, sede, desejo sexual). Nas plantas, indica a produção de sementes ou o nascer das flores. Nos objetos, expressa um grande potencial energético (é comum na aura de sinos e de objetos religiosos em geral).

Aura dourada: Adora saber como e por que uma determinada coisa funciona, e lança mão de uma paciência infinita. A espiritualidade, para a pessoa de aura dourada, é o estudo da ordem superior do universo e de leis e princípios que o governam. Ele quer entender a organização mental, as leis ou as probabilidades que geraram a ordem no interior do caos espiritual. A predominância da cor dourada na aura das pessoas indica espiritualidade elevada e prosperidade. Ela surge com mais intensidade na região do tórax, pois está associada ao amor, qualidade inerente ao centro energético do coração. Nos animais, o dourado expressa felicidade. Nas plantas, simboliza suavidade e fluidos positivos. Nos objetos, mostra que foram tocados por uma pessoa bem intencionada.

Aura Vermelha: Ênfase no modo de vida material; sucesso alcançado através da dedicação pessoal completa; saúde física estável; tendência à irritabilidade quando contrariada. A predominância da cor vermelha na aura das pessoas indica vitalidade, excitação coragem e forte energia sexual. Porém se estiver muito concentrada num determinado ponto, pode ser sinal de um distúrbio. Nos animais, exprime instinto e vigor, ao passo que nas plantas está associado ao crescimento. Nos objetos, indica que eles foram tocados por alguém que estava entusiasmado ou ansioso e que os deixou impregnado dessa energia.

Aura violeta: Espiritualidade bem desenvolvida; inspirações criativas; capacidade de transformar os sofrimentos pessoais em fatores positivos para o próprio destino. O violeta é a cor do espectro mais próxima do equilíbrio psíquico, emocional e espiritual em vigor no planeta neste momento. A predominância dessa cor na aura das pessoas é expressão de poderes mediúnicos, capacidade de compreensão, saúde e mentes equilibradas.Quando surge nos animais, a aura violeta significa satisfação e fidelidade. Nas plantas, é sinal de uma força positiva tanto que as violetas e as flores de lótus que simbolizam a espiritualidade, costumam ter a aura dessa cor. Nos objetos, indica uma forte concentração energética, e, geralmente se manifesta depois que o objeto foi tocado por uma pessoa espiritualmente evoluída.

Aura prateada: Um curandeiro, médium natural. Utiliza energia para transformar luz em raios que curam, seu maior desafio é aprender a se conhecer e descobrir seus dons especiais.

Aura Anil Índigo: A aguda perspicácia intelectual é um dos aspectos mais gratificantes e mais exasperantes, é brilhante e inquiridor, com uma inteligência que vai muito além dos conceitos mais tradicionais.

Aura cristal: A predominância dessa cor (uma espécie de névoa brilhante e branca) na aura das pessoas indica dons telepáticos, poder de cura, para normalidade, pureza e bondade. Costuma se manifestar com maior força nas mãos de massagistas e outras pessoas que lidam com cura. Nos animais é sinal de capacidade de adaptação. Nas plantas, a aura cristal tanto pode significar positividade quanto falta de vigor e vulnerabilidade. E, nos objetos, a aura cristal, expressa o poder de receber e emanar energias.

Branco: pureza; amor ao próximo; perfeição. Uma aura que significa a luz da verdade e a luz elevada da consciência divina

Cinza: ansiedade e timidez; autoestima deficiente; falta de coragem para assumir as próprias opiniões e expressá-las. Excesso de economia na vida diária.

Preto: tendência para usar a sexualidade de forma instintiva. Também indica a ânsia de conhecimento, excesso de timidez e solidão.

Rosa: coração caloroso; amor ao próximo sem egoísmo; simpatia; gentileza; sensibilidade às vibrações das outras pessoas.

PARA DÚVIDAS, SUGESTÕES, CRÍTICAS, OPINIÕES, CLIQUE EM CONTATO, NA BARRA LATERAL E RECEBEREI DIRETAMENTE EM MEU E-MAIL.

Radius vem do latim e significa radiação, e aisthesis, do grego, significa sensibilidade. A Radiestesia é um antigo método de localização de veios de água, minerais, animais e pessoas perdidas, através de pessoas que possuíam sensibilidade às emanações eletromagnéticas emanadas por estes, que eram captadas e interpretadas com a ajuda de instrumentos, tais como forquilhas (Y), pêndulos e bastões. Antigamente, era chamada de Rabdomancia, atualmente é considerada uma pseudo-ciência, pois os estudos feitos em relação a esta habilidade foram inconclusivos.

Os primeiros registros da radiestesia podem ser encontrados em inscrições rupestres datadas de 9.000 a.c. que são do Perú, ali podemos ver claramente um homem com aparência de feiticeiro empunhando uma forquilha ( um dos mais antigos aparelhos radiestésicos ), existem ainda algumas referências bíblicas aos achadores de água e ouro que acompanhavam a rainha do Sabá quando esta foi visitar Salomão.

Os primeiros pêndulos foram encontrados no Egito, no Vale dos Reis. Há cerca de 2000 anos antes da nossa era, chineses radiestesistas já se utilizavam da arte do pêndulo para encontrar fontes da água, minérios e a usavam também na agricultura.

A Radiestesia foi muito usada ainda para encontrar água, minerais de diversas classes, pessoas, criminosos, enfim, foi usada para tudo quanto a imaginação humana permitiu até o presente momento, e na mão de bons radietesistas sempre ocorreu uma margem de acertos muito superior ao que permite o acaso, para ilustrar um exemplo recentemente em um curso de radiestesia o instrutor colocou vinte frascos de remédios homeopáticos divididos em dois grupos, líquidos e glóbulos, dez de cada, só que dos dez frascos de cada grupo apenas cinco possuíam princípio ativo, sendo o restante placebo, foi pedido aos alunos que com o auxílio do pêndulo eles diferenciassem entre um e outro, a margem de acerto de alguns alunos foi de 80% de acertos, conseguindo encontrar oito dos dez frascos que continham princípio ativo, o mais interessante contudo é que a maioria dos alunos tinham muito pouca experiência com a radiestesia, na verdade a margem de acertos pode ser ainda superior aos 80%.

Algo que se deve deixar claro ao estudante desde o princípio é que a Radiestesia não é algo místico, nada tem a ver com mediunidade ou com dons difíceis de se conquistar, a radiestesia é algo natural no ser humano e que segundo nossos estudos 70% da população pode desenvolver com um pouco de estudo e prática, é claro que existe uma parcela de pessoas que desenvolve estas técnicas com muita rapidez enquanto que outras demoram mais, mas mesmo os que dão mais trabalho podem vir a ser radiestesistas muito competentes.

Não é o pêndulo ou qualquer outro instrumento de Radiestesia que capta as energias, é algo muito mais fantástico e misterioso que faz este trabalho; a mente humana. De fato a mente do operador capta as energias e se comunica com a parte consciente do radiestesista através de uma linguagem pré-estabelecida pelo próprio radiestesista, para ficar um pouco mais claro, o inconsciente capta a energia, para que o operador saiba o que foi captado o cérebro envia sinais através do sistema nervoso, estes impulsos são os verdadeiros responsáveis pelo movimento do pêndulo, ou seja, nada há de sobrenatural em tal coisa.


Para mais detalhes, técnicas e informações acesse o site especializado: http://radiestesia.net/


P.S.: Na barra lateral do blog, em CONTATO, vocês podem fazer perguntas, críticas e sugestões que são enviadas diretamente ao meu e-mail. Espero suas mensagens.

A maioria das pessoas apresenta em maior ou menor grau uma sensibilidade psíquica, esta se apresenta em variadíssimo leque de manifestações. A parapsicologia divide-os em duas categorias:
* Os fenômenos de caráter psíquico-mental (antigamente chamados de psi-gamma) como a telepatia (transmissão de pensamento), clarividência (visão de auras, espíritos, paisagens, etc. pertencentes à outras dimensões), visão remota (ver algo que já aconteceu, acontece ou acontecerá em algum lugar remoto), precognição (conhecimento antecipado do futuro), retrocognição (conhecimento do passado), psicografia (comunicação espiritual ou do subconsciente através da escrita), psicoempatia (assimilação de estados emocionais/mentais/energéticos de outras pessoas, e também a sensibilidade à energias de ambientes e objetos), psicometria (conhecimento do conteúdo de um objeto através do toque, uma leitura das impressões registradas por este, utilizada em alguns lugares na investigação criminal), psicopictografia (expressão do inconsciente ou de um espírito através de pintura ou desenho), personificação subjetiva (quando a pessoa dotada psiquicamente assume uma personalidade estranha à sua, frequentemente a do espírito de uma pessoa falecida), projeção da consciência (viagem astral, exteriorização da consciência para a dimensão astral), xenoglossia (capacidade de falar línguas desconhecidas num estado de transe, sendo obra do insconsciente ou de um espírio), memória extracerebral (adquirida através da personificação subjetiva, ou seja, lembranças advindas de outra pessoa/personalidade).



* Os fenômenos de caráter físico, exterior à mente, (antigamente denominados psi-kappa) como a levitação (capacidade de elevar o próprio corpo no ar - o famoso Dr. Home possuía essa habilidade), a telecinese (movimentação/levitação de objetos sem serem tocados), metafanismo (mais conhecido com teleportação: fazer um objeto transportar-se para um lugar remoto), ideoplastias (materializações de formas-pensamento), cura através do biomagnetismo, fotogênese (produção de luz em partes do corpo ou exterior a ele, aparentemente, por meios psicobiofísicos), materialização (espíritos, animais, alimentos, objetos e plantas que tomam formas físicas temporárias através da exteriorização da energia ectoplasma), transfiguração (alteração física da aparência temporariamente).



Em alguns estudos, há também a divisão em psi-teta que inclui fenômenos mediúnicos, casas assombradas, poltergeist, vozes psicofônicas, etc.

A razão orgânica destes fenômenos paranormais parece ser ocasionada pela glândula pineal, que concentra cristais de apatita, e por isso faria ligação com outras dimensões através de campos eletromagnéticos.

A maioria destes fenômenos psíquicos depende de predisposição orgânica e energética-espitual, ou seja, a pessoa nasce com as habilidades. No entanto, muitos deles podem ser desenvolvidos por indivíduos que tenham um mínimo de potencial psíquico, e muitos o têm.

Na prática mágica/ocultista, muitas vezes a realização de exercícios energéticos/mentais leva ao desenvolvimento de faculdades psíquicas, que muito auxiliam o mago ou bruxo em seu caminho.

Sugiro que faça os cálculos numa planilha do Excel, fica mais fácil e organizado.

1°: procure saber o horário em que o sol nasce em sua cidade e quando se põe. O jeito mais fácil é procurar no ClimaTempo.

2°: calcule quanto tempo há entre o nascer e o pôr-do-sol (ou seja, a duração do dia). E depois quanto tempo passa do poente até o nascer do sol no outro dia (duração da noite). Transforme tudo em minutos.

3°: Divida os minutos correspondentes à duração do dia por 12. E faça o mesmo com o minutos da noite. O resultado será duração da hora planetária do dia e da noite, que só são iguais a 60 minutos da hora normal nos equinócios.

4°: A primeira hora planetária começa com o nascer do sol. Some a essa hora, os minuto de duração das horas planetárias diurnas. Faça isso até chegar à 12ª hora. A partir daí, some a duração das horas planetárias noturnas, até chegar na 24ª hora.

5ª: A ordem das horas planetárias, estabelecida pelos caldeus é: Saturno, Júpiter, Marte, Sol, Vênus, Mercúrio e Lua. Para um domingo - que é o dia do Sol, a primeira hora é a do Sol, seguida pela de Vênus, Mercúrio, Lua, Saturno... e assim por diante. Complete sua tabela com essa ordem até a 24ª hora da noite. Para os outros dias da semana comece a ordem com o planeta respectivo.

EXEMPLO das horas planetárias para hoje (quarta) na minha cidade:

1°: Nascer do sol -  06h27
     Pôr-do-sol - 17h43

: Duração do dia - 11h e 16 min = 676 minutos
     Duração da noite - 12h e 44 min = 764 minutos


: Duração da hora planetária do dia - 676/12 = 56 minutos aprox.
     Duração da hora planetária da noite - 764/12 = 64 minutos aprox.

4° e 5°:

Horas diurnas
6:27 - Mercúrio
7:23 - Lua
8:19 - Saturno
9:15 - Júpiter
10:11 - Marte
11:07 - Sol
12:03 - Vênus
12:59 - Mercúrio
13:55 - Lua
14:51 - Saturno
15:47 - Júpiter
16:43 - Marte

Horas noturnas
17:39 - Sol
18:43 - Vênus
19:47 - Mercúrio
20:51 - Lua
21:55 - Saturno
22:59 - Júpiter
23:03 - Marte
00:07 - Sol
01:11 - Vênus
02:15 - Mercúrio
03:19 - Lua
04:23 - Saturno

Taí, fácil né? :P

Se você for preguiçoso ou um magista moderno, pode simplesmente usar um programa que faça tudo isso automaticamente. Recomendo o ChronosXP, que ainda por cima é em português! Segue o link para download: BAIXE AQUI.

Na prática da magia, como postei em "O que é magia", expliquei que vários tipos de energia podem ser aplicados. A energia dos planetas é a mais importante, já que é acessível a qualquer dia - durante a hora planetária específica - ou no dia da semana correspondente. Muitas vezes é melhor fazer um feitiço baseado no dia e na hora planetária do que esperar a fase lunar certa, mas se puder juntar os três, tanto melhor.
Quando digo "planetas", esta palavra não tem o sentido literal moderno, já que Sol e Lua são considerados planetas. Urano, Netuno e Plutão praticamente não têm função mágica, até hoje só vi uma pequena passagem sobre eles, nada muito relevante. Abaixo, uma pequena lista de atributos para trabalhos mágicos:





SOL
Dia da semana: Domingo
Governa: esperança, riquezas, honra, respeito, sucesso, boa fortuna e tesouros. Superiores, empregadores, executivos, oficiais, vida, iluminação, fama, imaginação, poder mental, riqueza, sorte, respeito, crescimento de todos os tipos.
Elementos: Fogo/Ar
Cor: Dourado/Amarelo
Metal: Ouro
Cristais: citrino, topázio, diamante amarelo e outros da mesma cor.
Ervas: Heliotrópio, hidraste, cinco-folhas, açafrão, freixo, girassol, dente-de-leão, cravo, cítricos, mil-folhas.
Incensos: Olíbano, louro, bálsamo de gileade, óleo de árvore-da-crea, semente de linho.

LUA
Dia da semana: Segunda-feira
Governa: sonhos, visões proféticas, segurança, prevenção de roubo, resolução de brigas. Mulheres, público geral, personalidade, mudanças e oscilações, viagens breves e remoções, reações de sentido.
Elementos: Água
Cor: Prata/branco
Metal: Prata
Cristais: Selenita, quartzo leitoso, quartzo transparente, opala, pedra-da-lua.
Ervas: Lunária, alga, aloe, agrião, limão, jasmim, lótus, cogumelo, pepino, papoula.
Incensos: Jasmim, papoula, mirto, óleo de pepino, aloe, sândalo branco, benjoim. 

MARTE
Dia da semana: Terça-Feira
Governa: poder físico, força, coragem, vitória na guerra e derrota de inimigos. Energia, pressa, raiva, construção ou destruição, perigo, cirurgia, vitalidade, magnetismo e força de vontade.
Elementos: Fogo
Cor: Vermelho
Metal: Ferro
Cristais: Heliotrópio, rubi, granada, ágata de fogo, jaspe sanguíneo, cornalina.
Ervas: Manjericão, urtiga, pimenta vermelha, arruda, genciana, acônito, patchuli, heléboro, mostarda, alho, gengibre.
Incensos: Pinho, cipreste, tabaco, arruda, enxofre, grãos de pimenta, limalha de ferro, dragoeiro.

MERCÚRIO
Dia da semana: Quarta-feira
Governa: comunicação, magia, memória, adivinhação, verdade e julgamento. Assuntos de negócios, compra e venda, barganha, capacidades literárias, escrita, livros, papéis, contratos, viagens curtas, vizinhos, dar e obter informação, amigos intelectuais.
Elementos: Água/Ar
Cor: Laranja
Metal: Mercúrio/Alumínio
Cristais: Opala de fogo, ágata laranja, cornalina, citrino.
Ervas: Losna, valeriana, endro, alcaravia, verbena, marroio-branco, funcho, lavanda, mandrágora.
Incensos: Estoraque, noz-moscada, sândalo, goma mástique, canela, sassafrás, losna.

JÚPITER
Dia da semana: Quinta-feira
Governa: riqueza, saúde, honra, amizade, paz, fama, sucesso e poder político. Abundância, plenitude, crescimento, expansão, generosidade, espiritualidade, longas viagens, banqueiros, credores, devedores, apostas. Júpiter engrandece qualquer coisa que já se tenha.
Elementos: Ar/Fogo
Cor: Roxo/azul índigo
Metal: Estanho
Cristais: Ametista, safira, lápis lazuli, água marinha.
Ervas: Anis, menta, selo-de-salomão, bálsamo, azeitona, carvalho, cravo, erva de são-joão.
Incensos: Óleo de cedro, noz-moscada, olíbano, junípero, hissopo, erva de são-joão.

VÊNUS
Dia da semana: Sexta-feira
Governa: amor, amizade, prazer, paixão, sexo, paz, felicidade, fertilidade e segurança. Assuntos sociais, afeições e emoções, mulheres,jovens, todos os prazeres, arte, música, beleza, extravagância, luxo e comodismo.
Elementos: Água/Terra
Cor: Verde/rosa
Metal: Cobre
Cristais: Esmeralda, âmbar, quartzo rosa, quartzo verde.
Ervas: Maçã, sabugueiro, alecrim, sândalo, rosa, íris, gerânio, cardo, amêndoa.
Incensos: Jasmim, clara de ovo, benjoim goma, pétalas de rosa, pau-santo, óleo de almíscar, coral vermelho.

SATURNO
Dia da semana: Sábado
Governa: vida longa, construção, proteção, estabilidade, segurança, colheita e destruição. Pessoas maduras, planos antigos, dívidas e quitação, agricultura, propriedade imobiliária, morte, testamentos, inércia. Saturno tende a destruir o que se tem.
Elementos: Terra/Água
Cor: Preto
Metal: Chumbo
Cristais: Obsidiana, ônix, pérola negra, turmalina negra, magnetita.
Ervas: Acônito, teixo, cânhamo, cicuta, tomilho, beladona, estramônio, cipreste, cônfrei.
Incensos: Algália, mirra, arruda, canela, verbasco, frutinhas de teixo, patchuli, folhas de cipreste.

Existem diversas correspondências além destas, se algúem precisar de alguma que não esteja aqui, peça que eu posto. Há deuses, sabbats, animais, sephirah, cartas de tarô, numerologia, anjos, demônios entre outros atributos relacionados a cada planeta, mas eu raramente os uso. 
O planeta Terra não entra nessa relação porque é considerada a "Esfera dos Elementos" , quando se trabalha com eles, já está usando a força planetária da Terra.
Uma força planetária pode ser combinada com outra para criar-se um feitiço poderoso, exemplo: no dia de Vênus e na hora planetária do Sol, invoque para sua vida um amor aventureiro. Vênus e Mercúrio daria um amor intelectual. E assim por diante. Seja criativo!

No próximo post eu ensino como calcular as horas planetárias!

Em toda prática mágica/ocultista, um dos pré-requisitos básicos é a visualização. Ela vai muito além do simples imaginar e não é tão fácil como parece. Uma visualização eficaz faz uso dos cinco sentidos (sendo a visão mental, obviamente, a mais importante), só que internamente.

As visualizações tomam vida facilmente na Dimensão Mental Superior e Inferior. Pensamentos fugazes, sobre o cotidiano, criam formas-pensamento que ficam pairando no seu corpo mental - quando fica saturado você sente um cansaço quantificável, alheamento, distração... Por isso é bom praticar técnicas de limpeza mental. Eu "criei" uma que funciona muito bem comigo, mas há várias outras disponíveis. Ela consiste em: respire profundamente por alguns instantes e tente relaxar, pode ser feita deitado, sentado ou mesmo de pé. Com os olhos fechados, visualize diante de si, contra um fundo preto, uma tela de cinema (na verdade, ela representa o primeiro plano mental). A tela está cheia de imagens se movendo, independentes entre si, "pequenos vídeos", sons conflitantes, rostos, pessoas... enfim, é tudo o que sua mente consciente captou durante o dia. Vagarosamente e gentilmente, comece a "limpar" essa tela. Imagine que está passando um apagador e os resquícios de memória e pensamentos vão se amontoando em um canto. Quando tiver apagado ela totalmente, faça com que os restos que sobraram tomem a forma de uma esfera que paira no ar. Faça-a subir, subir... até fora da atmosfera terrestre e quando chegar no espaço ela explode e espalha seu conteúdo num raio de quilômetros. Agora respire profundamente, reforce a imagem mental da tela totalmente branca e volte ao presente. Não se preocupe, seus pensamentos e lembranças não foram destruídos, apenas ficaram em segundo plano, esperando um momento de baixa guarda para assaltarem sua mente de novo!

Com a mente devidamente limpa, pode começar a treinar visualizações simples. Pegue um objeto, ou uma fruta e observe nos mínimos detalhes. Cheire-o. Memorize a sensação tátil. Balance para ouvir o som. Se possível, sinta o gosto. Depois feche os olhos e tente recriar todas as sensações sensitivas anteriores, mas sem de fato utilizá-las. Gire o objeto em sua mente, veja sob ângulos diferentes. Torne a visualização o mais concreta possível. Quando obtiver sucesso, passe para objetos mais complexos e depois tente criar imagens mentais "do nada". Pode ser que com o tempo você consiga sustentar visualizações com os olhos abertos!


Dominada essa habilidade primordial, você poderá começar a manipular e direcionar energia para um propósito específico. Pois quando você alimenta regularmente uma visualização com energia e emoção, ela toma vida, virando uma egrégora - uma entidade que pode manifestar-se também nos planos astral, etérico e até mesmo no físico! (se obtiver energia o suficiente). Acho desnecessário prevenir sobre as utilizações dessa habilidade, pois você já deve saber da Lei do Retorno e da Leio do Carma, portanto, seja ético! Atraia coisas boas para a sua vida com isso, mas não prejudique os outros.

Como eu postei alguns dias trás, hoje se comemora Samhain pra quem segue a Roda do Ano do Hemisfério Sul e Beltane pra que segue a do Hemisfério Norte. Eu particularmente resolvi comemorar Samhain, inclusive organizei um grande ritual familiar hoje à noite, será muito bom! Agora, vou dar uma definição de cada um e como podem comemorá-la.

Samhain significa "fim do verão", é a celebração da morte do Deus Cornífero - que governa o Sol e os dias quentes - e o prenúncio de dias frios de inverno. Ele retorna ao ventre da Deusa, preparando-se para renascer em Yule (Equinócio de Inverno). Este sabbath ficou internacionalmente conhecido com Halloween, devido ao fato da Igreja Católica ter implantado o Dia de Todos os Mortos em 1° de novembro e Finados no dia seguinte. O dia 31 de outubro seria então amaldiçoado, e recebeu então as conotações de morte e além da mídia. Como no Hemisfério Sul as estações são invertidas, alguns preferem comemorar essa data no dia de hoje. Mas como é uma ocasião que ocorre em todo o mundo, no final de outubro você pode decidir sair pelas ruas pedindo doce ou travessura, ou apenas cabular noite à fora.
Para comemorar Samhain, sozinho ou em companhia de alguém, você pode abrir um círculo mágico (se for bruxo), entrar em comunhão com os deuses, refletir sobre a morte e como ela não é um fim definitivo. Depois sirva um bolo ou pão de nozes e talvez vinho ou suco de uva, abençoado pelos deuses e relembre com carinho de seus amigos e familiares que já morreram. Se você não for um bruxo, faça apenas a segunda parte. Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat Samhain são maçãs, tortas de abóbora, avelãs, Bolos para os Mortos, milho, sonhos e bolos de amoras silvestres, cerveja, sidra e chás de ervas.



Beltane é a celebração do retorno do Deus Solar e sua união com a Deusa. É um período de fertilidade em todos os sentidos. Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat Beltane são frutas vermelhas (como cerejas e morangos), saladas de ervas, ponche de vinho rosado ou tinto e bolos redondos de aveia ou cevada, conhecidos como bolos de Beltane. Você pode plantar uma semente, projetando nela algum desejo, e cuidar dela com extremo amor e carinho, pois quando ela florescer seu desejo será atendido.Prepare alguns dos alimentos tradicionais e compartilhe com a família, dizendo simbolicamente "que você nunca tenha fome", "que você nunca tenha sede". Se for um bruxo, pode fazer qualquer ritual de atração, prosperidade, amor... Além é claro de meditar sobre esse marco simbólico e a dança cósmica dos deuses.



Se alguém quiser mais detalhes, encontrarão inclusive rituais prontos nos sites do Blogroll.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative