Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





No decorrer dos anos, célebres magos e bruxos criaram suas próprias definições de magia. A maioria concorda que a Magia envolve manipulação da realidade em direção a um fim desejado. Alguns consideram os fenômenos psíquicos a base da magia. Cito algumas das mais famosas definições:
"... a ciência e a arte de fazer com que as mudanças aconteçam de acordo com a Vontade." (Alesteir Crowley)
"... a aplicação consciente da imaginação e da atenção focada para atinigir uma meta desejada por intermédio da visualização." (Ellen Evert Hopman)
"... controle da coincidência." (Oberon Ravenheart)
"...melhoria da probabilidade." (Anodea Judith)

Em outras palavras, digo, Magia é a manipulação de energias específicas direcionadas pelo poder da mente para aumentar as chances de um evento acontecer.
A primeira forma de magia que se pode considerar ocorreu ainda na Pré-História. Os homens desenhavam na parede das cavernas a imagem dos animais que iriam caçar, muitas vezes com o seu próprio sangue - o que estabelecia uma ligação simpática (por meio da Lei da Semelhança) que facilitava a captura de seus alvos.
Na Antiguidade já havia a utilização de "nomes de poder", técnicas divinatórias, cura, e até mesmo a invocação de entidades astrais. Na Idade Média ela evoluiu, mas sua prática era restrita aos clérigos e nobres, pois necessitava de muito estudo e qualquer pessoa comum que a praticasse em benefício da comunidade era taxado de bruxo, herege, e era queimado na fogueira. Nessa época usavam-se diversos sigilos e talismãs pentagrâmicos para invocar forças específicas. Na Renascença seu uso foi menos controlado e na Idade da Razão ela quase se extinguiu devido ao apogeu da Ciência. Foi nesse período que ordens secretas incorporaram a prática mágica em seus trabalhos, de forma bem complexa.
Nos tempos modernos, depois de 1900, a magia foi se popularizando e em 1949 Gerald Gardner reviveu a "Antiga Fé" dos povos pré-cristãos na forma da Wicca. Uma religião que venera a Deusa Mãe como criadora do Universo e o Deus Cornífero, seu filho e seu amante (pois ele, e tudo o mais surgiu dela e a ela retornará) e incorpora a magia em seu contexto.

Muito se questiona no campo ético sobre a prática da magia, pois muitas pessoas inescrupulosas a utilizam em benefício próprio e egoísta, prejudicando os outros sem medir as consequências. No Ocultismo é bem conhecida a Lei do Retorno, tudo o que se faz será refletido pelo Universo (a Wicca e outros grupos acreditam que na magia o retorno é triplo!). Esse conceito também é conhecido como Carma (negativo) e Dharma (positivo). Logo, é inútil a distinção entre Magia Branca e Magia Negra. Ela é uma ferramenta neutra, o praticante é que determina o seu uso.

Na sua prática, são levados em conta as energias planetárias (Sol, Lua, Marte, Mercúrio, Júpiter, Vênus e Saturno - nessa ordem, associados aos dias da semana e a horas específicas do dia); energias elementais (Ar, Água, Fogo, Terra e às vezes, Espírito); energias de ervas e cristais; energia específica das fases da Lua; uso de ferramentas como varinha, athame (um punhal consagrado), caldeirão, vassoura, espada etc. para controlar e manipular essas energias;  auxílio de espíritos, anjos e demônios; e sobretudo, o uso de faculdades mentais e psíquicas.
A magia assume várias formas: magia cerimonial; magia xamânica; Voodoo; magia natural; magia prática; magia noturna; magia faérica (das fadas); magia simpática, etc.
Resumindo, para realizar magia bem-sucedida deve-se estar em harmonia com as leis da Natureza e com a psique. É importante possuir conhecimento mágico, corpo e mente saudáveis e capacidade de aceitar a responsabilidade pelas suas próprias ações.

Se você optar por esse caminho, minhas felicitações, e um aviso: o trabalho será árduo, mas recompensador! Tenha sabedoria com o seu poder.

6 comentários:

qual é a diferença entre a magia e a bruxaria?

qual é a diferença entre a magia e a bruxaria? ²

Magia é a Arte de manipular forças e energias com o poder da mente para alterar a realidade de acordo com a vontade.
Bruxaria é uma religião politeísta que venera os antigos deuses e praticam magia nesse contexto.

Ah bom!!
obrigado!!!
adorei o blog!!!

Goistei do conceito! =D

"Bruxaria é uma religião politeísta..."
Não sou a favor de usar Religião para 'designar' a Bruxaria. Afinal, Religião vem de Re-ligar - ao Divino -, e nós não nos religamos, pois nunca deixamos de estar ligados. Ofício é o termo mais adequado, em minha visão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative