Além do Físico

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe vossa vã filosofia"

Pesquisar





Bruxaria é uma forma uma religiosidade surgida antes do domínio cristão na Europa. Era chamada de a "Antiga Fé", praticada pelo pagãos (o significado original dessa palavra é aqueles que viviam no campo) com o objetivo de fazer prosperar as colheitas. Portanto tinham celebrações sazonais , baseadas nas estações e ciclos naturais, veneravam uma Deusa, associada à fertilidade, aos mistérios, ao milagre da criação e um Deus selvagem, patrono da caça, senhor das florestas e animais. Assim sendo, durante a Primavera e o Verão reinava a Deusa, a agricultura era a base do sustento do povo nesse período. No Outono e na Primavera a Deusa declinava e o Deus era o centro dos festejos, para que obtivessem sucesso nas caças. (Essas celebrações deram origem à Roda do Ano, que faz parte da Bruxaria moderna.) Nesse contexto, a magia era naturalmente empregada para trazer chuvas ou fazer o sol brilhar, dependendo da necessidade. Também era direcionada para a cura de enfermidades e ferimentos, muitas vezes com o auxílio de ervas.
Os povos da Antiga Fé tinham Sacerdotes e Sacerdotisas (estas tinham uma posição muito mais importante) para canalizarem o poder dos deuses, e a estrutura religiosa era como uma irmandade, havia ritos de iniciação e segredos. Como a Natureza era o centro de sua crença, observavam que tudo ocorria em ciclos, e como tal, o ser humano também seguiria este ritmo contínuo. Isto caracterizou a crença em reencarnação, necessária para o aperfeiçoamento espiritual, até quando pudessem se reunir aos deuses.
Além do casal divino, cada aspecto da natureza também era reverenciado, como o Trovão, a Lua, o Sol, etc. Ou seja, a Bruxaria era uma religião politeísta, e ainda é, mas hoje compreendemos que os diferentes deuses e deusas nada mais são do que aspectos (arquétipos) do Deus e da Deusa Primordiais, e estes também são emanações de polaridades distintas do Princípio Criador.
Quando o Cristianismo (Igreja Católica) dominou a Europa (na Idade Média), a Bruxaria foi quase extinta, já que era considerada uma prática herética e todos os seus adeptos eram perseguidos, torturados e mortos sumariamente, em torno de 50 mil pessoas foram assassinadas (75% eram mulheres),muitas nem eram pagãs, mas por falta de investigação, até cristãos considerados suspeitos foram mortos. No entanto, camponeses do interior continuaram secretamente a seguir os antigos deuses de fertilidade e amor, estes que eram taxados de demônios pervertidos pelos padres da época. Nunca houve um Diabo na Bruxaria, esse mito surgiu pela interpretação errada e preconceituosa do Deus Cornífero, que era representado com chifres e patas de bode.
Na Idade Moderna a Bruxaria estava quase extinta, e embora a perseguição estivesse oficialmente terminada, os remanescentes da Antiga Fé guardavam segredo absoluto de suas crenças e práticas, iam à Igreja e faziam papel de bons cristãos.
Só no meio do século XX, através de Gerald Gardner, a Bruxaria floresceu na forma da Wicca, que incorporava deuses de panteões variados, mas mantendo os cultos de fertilidade e a relação íntima com a Natureza.



Já no século XXI, a Bruxaria é bem aceita pela sociedade moderna (é claro que existe preconceito, mas a lei garante a liberdade religiosa), existem várias vertentes e Tradições e milhares de bruxos por todo o mundo, que comumente usam símbolos para se reconheceram, entre eles o pentagrama é o mais conhecido. A Magia tem um papel mais importante e bem mais amplo.

Atualmente, além da Bruxaria Tradicional e a Wicca, remanescem as religiões pagãs do Druidismo e Xamanismo.

3 comentários:

Eu nunca gostei muito de história da magia!! =D

Ola amigo mt interresant teu blog, de linguagem mt acessivel, mas apenas fazendo uma resalva, existiu sim um deus dentre os varios cultuados por alguns inclinados do conjunto q se conhece por paganismo, o qual se conhecia por Moloch ou Moloque, cujo culto envolvia a reverencia a fertilidade com orgias sexuais e o sacrificio de bebes em uma fogueira sob sua estatua, e ao q tudo indica, a imagem criada pelos catolicos do demonio seria a distorçao de algumas divindades pagas, com uma boa parcela de Moloque como citei acima, um abraço. ....Dani Victor - qqr coisa danivictor_pessoal@hotmail.com, aprecio os estudos

Interessante! Vou continuar a ler o blog, post por post, ainda não sei porquê esses assuntos me chamaram hoje... ou me têm chamado nos últimos meses. Tarot, por exemplo. Será que há um motivo que ainda não conheço? Obrigada. Bom trabalho!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Advertência

O uso das técnicas, rituais e conhecimentos adquiridos no Além do Físico é de responsabilidade única e exclusivamente sua, caro leitor. Não me responsabilizo, em nenhum nível, pela má utilização de tais ferramentas mágicas e espirituais.

Quem sou eu

Minha foto
Faço Psicologia na USP, tenho 22 anos, sou bruxo, magista e médium, sempre em busca das verdades espirituais. Encontro prazer imenso na leitura, que nos possibilita viajar através de dimensões, espaço e tempo num folhear de páginas.

Postagens populares

Seguidores

Visitas

Qual a sua relação com o Mundo Não-Físico?

Google Analytics Alternative